Governo manda para as ruas os PMs recém-contratados sem armas, sem coletes e faltando concluir formação

Do Blog do Helder Moura Uma iniciativa do Governo do Estado vem revoltando setores da Polícia...

Do Blog do Helder Moura

Uma iniciativa do Governo do Estado vem revoltando setores da Polícia Militar. Nas últimas horas, os novos policiais militares recém-contratados foram escalados para trabalhar nas ruas, sem terem passado pelo tempo de amadurecimento necessário. Segundo informação de um oficial ao Blog, “seria necessário a conclusão do curso de formação de soldados”.

E acrescentou o oficial: “Esses meninos foram mandados às ruas desarmados, com apenas com um cassetete e sem colete, é quase um suicídio”. Pela cartilha policial, os recrutas recém-contratados precisam passar por um tempo maior de experiência, dentro dos quarteis de, no mínimo quatro meses, antes de serem enviados para o trabalho de rua.

“Eles têm boa vontade, é claro, querem trabalhar, afinal eles reclamaram demais, e com justiça, as suas nomeações, mas não é responsável mandar esses meninos para as ruas nessas condições, sem o necessário aprimoramento técnico”, arrematou.

Como se sabe, após intensa mobilização, pressão nas ruas dos concursados e ameaça de acionar a Justiça, o governador Ricardo Coutinho decidiu convocar 320 novos policiais militares, em 29 de agosto último, ou seja, em pleno período eleitoral. Havia 813 aprovados no último concurso, mas não classificados. Os convocados fazia parte desse contingente.
***

#Política #Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários