Após 20 anos à frente do 'Sem Censura', Leda Nagle é demitida da TV Brasil

Portal IMPRENSA A informação foi confirmada pela jornalista. Em sua página no  Facebook , ela explicou que, há dois meses, procurou a...

Portal IMPRENSA

A informação foi confirmada pela jornalista. Em sua página no Facebook, ela explicou que, há dois meses, procurou a direção da EBC para saber se iriam renovar seu contrato, que encerrou em 5 de novembro. A resposta foi positiva e Leda continuou trabalhando, mesmo sem contrato.

"Ontem, me convocaram para uma reunião e me apresentaram um aditivo que vale por dois meses e termina dia 5 de janeiro, coincidentemente dia do meu aniversário. 'Estamos sem dinheiro para continuar. Você fica até 5 de janeiro. Em março você propõe alguma coisa e a gente pode até conversar'. Portanto fui demitida ontem pelo Laerte Rimoli, á uma hora da tarde", escreveu.

"Claro que fiquei triste. Tenho 40 anos de televisão. Estou fazendo o Sem Censura há quase 21 anos. Gosto muito do programa e da minha equipe. E, mais do que triste, fiquei perplexa com a falta de caráter em dar a palavra de que estava tudo certo, que o contrato seria renovado, deixar a pessoa trabalhar normalmente , sem contrato, acreditando na palavra empenhada e aparecer com advogado, um aditivo e esta desculpa esfarrapada da falta de dinheiro", acrescentou.

A jornalista afirmou que não recebeu nenhuma proposta de redução do valor do contrato, nenhuma tentativa de composição, nem nas reuniões anteriores ou antes de sua demissão. "Foi assim. Foi muito feio. Fiquei e estou muito triste. Mas vida que segue. Sou uma mineira guerreira. Bola pra frente, com certeza. Se Deus quiser", completou. 

Procurada por IMPRENSA, a EBC afirmou que a renovação do contrato da apresentadora está sob reexame da direção da empresa.

"A EBC está empenhada em manter o 'Sem Censura' na grade de exibição da TV Brasil com a apresentadora à frente do programa, mas está sendo obrigada a rever este e outros contratos devido à severa restrição orçamentária por que passa a Empresa e o País de forma geral. A ideia é fazer uma repaginação do programa em 2017", informa.
***

#SintoniaFina 

Você pode gostar também

0 comentários