Rádio Cidade de Sumé é a primeira AM a migrar para FM na PB; Beto Batinga fala sobre transição

Carlos Rocha, Polêmica PB O Ministério das Comunicações liberou a migração da primeira emissora em Amplitude Modulada (AM) para Frequên...

Carlos Rocha, Polêmica PB

O Ministério das Comunicações liberou a migração da primeira emissora em Amplitude Modulada (AM) para Frequência Modulada (FM) da Paraíba. Trata-se da Rádio Cidade de Sumé (1.270 Khz), uma empresa do Grupo Batinga Chaves, o qual também é detentor da concessão da Rádio Cidade de Cuité (89,1 Mhz). Com a migração, a emissora passa a operar em 95,7 Mhz.

“Não poderia deixar de participar de mais um momento tão importante dessa emissora que fez e faz parte da história da cidade e também da minha história”, afirmou Beto Batinga em participação na transmissão.

Nas redes sociais, a diretora da emissora, a radialista Jacqueline Oliveira, comemorou a decisão. “Agora é pra valer. A 95 FM está autorizada. Vamos migrar. A alegria é sem tamanho. Somos a primeira rádio AM da Paraíba que migra para FM”, escreveu.

A emissora, localizada no Cariri paraibano, na cidade de Sumé, está há 25 anos no ar. Sua grande marca é o jornalismo independente e imparcial. A credibilidade é tanta que para muitos o fato só é real se for noticiado pela Rádio Cidade. A voz mais popular da emissora é a da radialista Jacqueline Oliveira, uma das primeiras profissionais a falar ao Cariri pelas ondas da 1.270 AM.





***

#SintoniaFina 

Você pode gostar também

0 comentários