Em artigo para a Carta Capital, Dilma pede eleições diretas

Comunique-se Em especial, a edição 933 da Carta Capital, chamada de “Rumo a 2017”, traz artigo escrito pela petista Dilma Rousseff. O t...

Comunique-se

Em especial, a edição 933 da Carta Capital, chamada de “Rumo a 2017”, traz artigo escrito pela petista Dilma Rousseff. O texto, que tem mais de 45 parágrafos, fala sobre o futuro “incerto” de um país que depende de um governo “ilegítimo”. Para Dilma, a solução passa por eleições diretas. “Essa é a condição imprescindível para o País sair da crise e retomar o rumo da democracia, do crescimento e da geração de empregos”, escreveu a política.

Dilma lembra que se passaram seis meses desde o impeachment que interrompeu seu mandato, considerado por ela um “golpe” apoiado por oposicionistas, traidores e parte da mídia. Para ela, “violentaram a Constituição de 1988, por meio de um golpe parlamentar que fragilizou as instituições e precipitou o Brasil no abismo da crise institucional”.

O artigo da petista para a Carta Capital abordou, ainda, temas como a PEC 55, a reforma da Previdência e as medidas para sair da crise, que, para Dilma, devem ter a participação popular. “O momento é grave, mas ainda há tempo de salvar a nossa jovem democracia e promover a retomada da economia. A palavra é legitimidade. Um banho de legitimidade para lavar a alma do Brasil. Para isso, Diretas, Já!”, finaliza a política.

Ainda na edição especial, Carta Capital apresenta reportagens como “O caráter racista da PEC 55”, “O golpe e os dez passos para trás”, “As esquerdas: pactos, Constituição e hegemonia”, o artigo de Gregório Duviver e o editorial de Mino Carta.


O artigo completo de Dilma Rousseff pode ser visto no link abaixo:



Você pode gostar também

0 comentários