Paulino não se opõe ao apoio de ZT, desde que o candidato seja do PMDB

Fato a Fato O ex-governador Roberto Paulino disse, durante entrevista do senador Raimundo Lira nas rádios Rural e Cultura AM nesta se...

Fato a Fato

O ex-governador Roberto Paulino disse, durante entrevista do senador Raimundo Lira nas rádios Rural e Cultura AM nesta segunda-feira (23), não fazer objeção acerca do apoio do PSDB, nem do prefeito de Guarabira, desde que o candidato cabeça de chapa para as eleições de governador em 2018 seja do PMDB.

“Aqui em Guarabira, por exemplo, com Lira ou Maranhão na cabeça de chapa, quem quiser subir no palanque do PMDB será bem vindo. Não vou fazer objeção quanto a esse detalhe”, afirmou Paulino, no momento em que fora perguntado sobre um possível apoio de Toscano ao nome de Raimundo Lira.

Roberto Paulino destacou o nome do senador Lira como um dos mais articulados na atualidade para a disputa do Governo do Estado em 2018, inclusive com a possibilidade de ele ter o apoio do governador Ricardo Coutinho (PSB).

O ex-governador e pai do deputado Raniery Paulino enfatizou o bom relacionamento que Lira tem em várias correntes partidárias, lembrando que o senador peemedebista passou o réveillon com Cássio Cunha Lima e os festejos natalinos ao lado do atual governador da Paraíba.

“Por que não uma grande frente partidária com Lira candidato ao governo do Estado e Cássio e Ricardo postulando as duas vagas do Senado?”, sugeriu Paulino. O ex-governador disse que vai trabalhar para o PMDB ser protagonista da campanha de 2018.

“Antes não tínhamos candidato. Agora temos dois. São eles, Maranhão e Lira. Isso é bom para o nosso partido e a democracia”, comemorou.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários