Após demissão, Márcia se refere a ala girassol de Guarabira como 'quadrilha/gang'

Fato a Fato A professora Márcia Amaral, demitida da II Regional de Ensino de Guarabira em ato assinado pelo governador Ricardo Cout...

Fato a Fato

A professora Márcia Amaral, demitida da II Regional de Ensino de Guarabira em ato assinado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e a pedido da ala girassol guarabirense, emitiu, na manhã deste sábado (4), nota em que expõe toda sua indignação pela maneira com que foi afastada do cargo.

Márcia, a princípio, agradece a equipe com que trabalhou, diz ter contribuindo com a Educação da região e destaca: “Os valores infelizmente estão se invertendo e em nossa sociedade vale mais quem se curva a politicagem, a corrupção e a irresponsabilidade com o que é público”.


No final da nota, enviada para a editoria de Fato a Fato, a ex-gerente do II Núcleo de Educação do Brejo, expressa repulsa ao que chama de “Grupo politiqueiro que em nenhum momento me senti parte por que nunca fiz e nem farei parte de quadrilha/gang”.

OUTRA VERSÃO

O vereador Renato Meireles (PSB) disse que a demissão de Márcia Amaral foi pedida por todos os integrantes da ala girassol de Guarabira. "O documento teve a assiantura de todos", afirmou o parlamentar em informação enviada para o WhatsApp do editor de Fato a Fato.


*** 
#Política

Você pode gostar também

0 comentários