Associação de esposas dos PMs ironiza “aumento” anunciado por RC como “sacola de esmolas”: “Não nos atende”

Blog do Helder Moura As esposas de policiais militares reagiram, com indignação, ao “aumento” anunciado pelo governador Ricardo Coutinh...

Blog do Helder Moura

As esposas de policiais militares reagiram, com indignação, ao “aumento” anunciado pelo governador Ricardo Coutinho para os PMs. Em nota a Assemp (Associação das Esposas, Mães e Pensionistas de Policiais e Bombeiros Militares da Paraíba) contesta o governador, e diz que, na verdade, ele anunciou “uma sacola de esmolas” para os policiais.

Segundo Zoraide Gouveia, presidente da Assemp, “que esse reajuste não atende as necessidades dos seus maridos, filhos e pensionistas, em virtude de ter sido feito através de gratificações, que são paliativos momentâneos apenas para os que estão no serviço ativo e ainda são “servíveis”, por terem sido incorporadas na chamada bolsa desempenho, que, se assim permanecer será, um dia, chamada de sacola de esmolas”.

Zoraide também chama atenção na nota para as reclamações dos PMs contra entidades “simpatizantes” do Governo que teriam negociado diretamente com Ricardo Coutinho, e lembra que a categoria não está mais se sentido representadas por elas. Então, conclama todas as entidades representativas de PMs e BMs (ricardistas ou não) para que se unam e como máxima brevidade façam uma reunião conjunta para debater o assunto.”

E diz ainda: “O atual governante vem perniciosamente prejudicando aqueles que outrora sacrificaram sua saúde, e até mesmo a vida, em nome deste Estado e em nome da Briosa e quase bicentenário Polícia Militar, que são os inativos, atingindo ainda de forma mais insensível e cruel as pensionistas (viúvas) desses que já secaram suas lágrimas pela perda do marido e hoje recebe menos de um salário mínimo para sobreviver como nos foi relatado por um genro de uma dessas pensionistas, em nossa página no Facebook.”




***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários