Luz amarela: agentes penitenciários lamentam “esquecimento” do governador e cobram diálogo sobre reajustes

Blog do Helder Moura A Agepen (Associação dos Agentes Penitenciários) divulgou nota em sua página na Internet, questionando o “esquec...

Blog do Helder Moura

A Agepen (Associação dos Agentes Penitenciários) divulgou nota em sua página na Internet, questionando o “esquecimento” do governador Ricardo Coutinho com a categoria. Ocorreu após RC anunciar incorporação de gratificações aos vencimentos dos Policiais Militares. “Mas, não fez nenhuma menção aos agentes penitenciários”, lamenta Marcelo Gervásio, presidente da Agepen, que assina a nota.

O sindicalista também estranhou que o governador só tenha convocado para dialogar “só as entidades “do bem”, deixando a entender que as que fossem do lado contrário não seriam chamadas”. A Agepen, segundo Marcelo, espera ser também convocada para debater a questão salarial e melhorias das condições de trabalho dos agentes penitenciários.

“Não é o nosso desejo causar tumulto ou qualquer tipo de instabilidade, por isso solicitamos com veemência que tudo seja esclarecido o mais rápido possível”, adverte.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA

No dia de hoje, 14 de fevereiro de 2017, o Governador do Estado da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho, citou os percentuais de aumento para diversas categorias como a Polícia Civil e a Policia Militar, mas não fez nenhuma menção aos agentes penitenciários, não ressaltou se os mesmos estariam enquadrados nestes percentuais ou quais seriam trazendo com isso uma grande preocupação e um mal-estar entre a categoria.

Em seu último programa de rádio o Governador fez um pronunciamento declarando que chamou ao diálogo só as entidades “do bem”, deixando a entender que as que fossem do lado contrário não seriam chamadas, no sistema penitenciário da Paraíba temos mais de uma entidade, entre associações e sindicatos, todas elas têm a sua própria postura, algumas com uma postura mais combativa e outras mais pacatas, mas não se verifica nenhuma assinando o suposto acordo com o Governo, esta entidade, ainda que não fosse convidada, mas ao menos sentiria um pouco de respeito por parte do governador se quaisquer das existentes estivessem representando a categoria.

Mencionamos que as coisas ficaram obscuras para nós, causando um desconforto muito grande em nosso meio na tarde de hoje, bom seria que o Governador se pronunciasse nos tranqüilizando já que sabemos que dificilmente seremos chamados, ou até mesmo por meio do Secretário da SEAP, Wagner Dorta , deixando claro a todos de que forma seremos enquadrados nisso tudo.

Temos ciência da nossa responsabilidade e não é o nosso desejo causar tumulto ou qualquer tipo de instabilidade, por isso solicitamos com veemência que tudo seja esclarecido o mais rápido possível.”


*** 
#Política

Você pode gostar também

0 comentários