Após interdição do CEO pela AGEVISA, PMG consegue liberação de funcionamento e assume compromissos

A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (AGEVISA) interditou o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) do município de Guarabira ...

A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (AGEVISA) interditou o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) do município de Guarabira (PB) por estar funcionando fora dos padrões exigidos, como este blog noticiou.

Ao tomar ciência dos fatos, o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) mobilizou sua equipe. Após reunião com o pessoal da AGEVISA, o secretário de Saúde do município, Wellington Oliveira, conseguiu a liberação para funcionamento.

Antes de recomeçar o atendimento à população, o CEO será reparado e deve receber melhorias em sua estrutura física, conforme o compromisso assumido pela gestão municipal. As informações são de Cid Cordeiro, da Codecom.

“O trabalho não pode parar!” #Política 

Você pode gostar também

0 comentários