Energisa se nega a comentar decisão da Aneel para ressarcir consumidor de cobrança indevida

Click PB Todos os consumidores de energia do país devem ser ressarcidos pelas concessionárias, do valor que foi cobrado irregularment...

Click PB

Todos os consumidores de energia do país devem ser ressarcidos pelas concessionárias, do valor que foi cobrado irregularmente em 2016, até o próximo mês de maio. A determinação é da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que vai deliberar sobre o novo cálculo das tarifas no próximo dia 28 (terça-feira) e comunicar as agências, no caso da Paraíba, a Energisa.

A Energisa informou ao Portal ClickPB que só vai se pronunciar sobre o ressarcimento quando for oficializada pela Aneel. A princípio, a concessionária informou que a devolução só seria discutida em agosto, quando acontece a revisão tarifária.    

De acordo com a Diretoria da Aneel, a devolução deve ser feita via conta de luz e de uma única vez. A expectativa é de que seja devolvido R$ 1,8 bilhão, que foram cobrados a mais nas contas de luz do ano passado, a partir de uma cobrança irregular referente a um repasse para a usina nuclear de Angra III.

Os consumidores receberão os valores cobrados a mais, provavelmente, entre os meses de abril e maio, com a devida remuneração pela taxa Selic. Com isso, as contas de luz de todos os brasileiros devem ficar um pouco mais baratas. Nos meses seguintes, segundo a Aneel, as tarifas vão ser impactadas apenas pelo fim da cobrança irregular.
***

#Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários