Guarabira no escuro: Vereador governista critica gestão de ZT e coloca carro à disposição para ajudar no serviço de reposição de lâmpadas

Desde que a nova gestão do prefeito de Guarabira (PB) Zenóbio Toscano (PSDB) teve início, ruas em vários bairros da cidade, e também na z...

Desde que a nova gestão do prefeito de Guarabira (PB) Zenóbio Toscano (PSDB) teve início, ruas em vários bairros da cidade, e também na zona rural, estão na escuridão. Todos os dias, durante os noticiários locais, há quem ligue para as emissoras de rádio do município, principalmente para a 92 FM - que é parceira do governo municipal -, cobrando reposição de lâmpadas. O mesmo ocorre pelas redes sociais.

Certamente preocupado e ciente da situação, o vereador Marcos de Enoque (PSDB), aliado do prefeito, se pronunciou sobre essa questão durante a sessão ordinária de terça-feira (28) na Câmara de Vereadores. Com a devida coerência que lhe cabe e como representante popular, o parlamentar fez uma crítica à gestão de ZT considerando as reclamações da população em relação à reposição de lâmpadas.

O vereador chegou a dispor de um de seus automóveis para ajudar no trabalho de reposição e manutenção da iluminação pública, que é de competência da Prefeitura Municipal e pela qual o contribuinte tem sido forçado a continuar pagando uma taxa pelo serviço.

“Quando eu disse que meu automóvel estava à disposição do setor competente de iluminação pública é porque eu tenho dois carros em minha casa à disposição. Então, se precisar, eu viajo em um e deixo o outro à disposição”, declarou o vereador.

O vereador Marcos de Enoque está certo. Ele ainda foi muito contido em sua fala, avalio. Não é porque o vereador é aliado de Zenóbio que deve se omitir a cobrar da gestão. Pelo contrário!

Eu entendo que se as ações não estão sendo executadas como convém, em benefício do povo, o prefeito deve ser comunicado e o setor competente tem de ser acionado para que apresente uma solução.

...agora sobre ter mais um veículo à disposição da PMG, a intensão do aliado de ZT é boa, mas não resolve o problema: é fundamental dispor de lâmpadas e de gente competente para o serviço. 

Diante do volume de reclamações, cabe a gestão municipal, apenas, reconhecer a falha e reparar o problema – e não como um favor, mas como obrigação do poder público. A população tem pressa e agradece.

A demora no processo licitatório é a única justificativa da ‘gestão sem futuro’, para convencer a população guarabirense pelo péssimo serviço na tentativa de garantir uma cidade iluminada. "O FUTURO CHEGOU!" #SQN #Política

Você pode gostar também

0 comentários