Concursados da PM denunciam que o Governo descumpre edital e têm “alunos passando necessidade”

Blog do Helder Moura O Blog recebeu neste final de semana um documento enviado pelos concursados da Polícia Militar, denunciando que ...

Blog do Helder Moura

O Blog recebeu neste final de semana um documento enviado pelos concursados da Polícia Militar, denunciando que os “alunos continuam a trabalhar desarmados, sem colete balístico e quando têm estão vencidos, além disso, o Estado ainda vem descumprindo regras do edital.” Eles estão apelando para que o Ministério Público tome conhecimento e adote as providências legais.

Na nota, os concursados denunciam que o Governo vem estendendo, além do tempo previsto, o curso de formação, e “enquanto os novos soldados não são formados, não paga os salários na sua integralidade e os utilizam como mão de obra barata e precária por não terem a formação como prioridade, tendo em vista que uma formação deficitária refletirá em uma má prestação de serviço a sociedade paraibana”.

Os alunos também reclamam que não estão recebendo as diárias quando trabalham “em serviços fora dos seus CPR’s (Comando de Policiamento Regional), não há respeito a folga, se são escalados não têm direito a descanso, recebem uma bolsa de R$ 1.287,00 e ainda são obrigados a pagar em média  R$125,00 para uma baile de formatura. “Existem alunos que estão em dificuldade financeiras, passando por necessidades, isso não pode continuar”, diz a nota.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA EM Nota de concursados da PM
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários