Listão dos codificados: por que o Banco do Brasil ainda não se posicionou sobre as denúncias?

Blog do Helder Moura Na sequência da divulgação do listão dos codificados, liberado pelo Tribunal de Contas do Estado para o Sindifis...

Blog do Helder Moura

Na sequência da divulgação do listão dos codificados, liberado pelo Tribunal de Contas do Estado para o Sindifisco, o Governo do Estado alegou que a relação estava adulterada, inclusive quanto a valores e nomes de beneficiados. O detalhe foi que um documento do TCE e também divulgado pelo Sindifisco mostrou que o valor da folha dos codificados era até maior do que o anunciado.

Traduzindo: o listão trazia um valor de aproximadamente R$ 24 milhões, o Governo alegou que seria “pouco” mais de R$ 15 milhões. Mas, o documento citava que, segundo informação do Banco do Brasil, o valor na verdade, beira aos R$ 30 milhões. Ou seja, tem desencontro demais de informações. Além do mais, veio a denúncia da prática de “gafanhotagem”…

Várias pessoas denunciaram, em programas de rádio e na Internet, que não percebiam os salários listados na relação. Apenas uma fração do valor. Ou seja, outra parte seria transferida para outros fins. Até agora não devidamente esclarecidos. Diante disso, seria mais do que oportuno o Banco do Brasil, que é o agente pagador, se posicionar e explicar de quem teria partido a ordem para retirar parcela dos salários de alguns codificados e transferir para outras pessoas.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários