Nas unidades da Fundac: “Falta papel higiênico, as necessidades são feitas em sacolas e tubos de pasta de dentes são usados como colher”

Blog do Helder Moura O que dizer de um cenário em que falta até papel higiênico para os servidores? Ou que os adolescentes precisam ...

Blog do Helder Moura

O que dizer de um cenário em que falta até papel higiênico para os servidores? Ou que os adolescentes precisam improvisar uma colher com um tubo de pasta de dente, porque não há talheres? Ou que ainda precisam fazer suas necessidades em sacolas, porque os sanitários não funcionam? Parece o purgatório, mas esse é o quadro que, atualmente, se verifica nas unidades socioeducativas da Fundac.

A denúncia foi feita, na noite dessa segunda (dia 5), no programa Intrometidos, pelos sindicalistas Lúcia Brandão (presidente) e Márcio Felipe (diretor): “Além do mais, não existe um trabalho educativo, pois os alunos tem apenas duas horas por semana com atividades educacionais. O Governo prometeu, por várias vezes, prover as unidades de atividades educativas, mas não cumpriu.”

“A responsabilidade sobre as unidades é claro que é Governo do Estado, do Executivo, sem desmerecer as responsabilidades também do Judiciário, mas nesse caso do Lar do Garoto, o Governo foi alertado, por diversas vezes, sabia do problema, mas não tomou as providências mínimas, que seria dotar as unidades de condições mínimas para recepcionar os adolescentes”, lamentou Lúcia.

CONFIRA ENTREVISTA…




***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários