No rádio: Ricardo diz que a Paraíba não está pedindo esmolas para receber presídio federal em Bayeux

Click PB O governador Ricardo Coutinho se manifestou contrário à construção de um presídio federal na cidade de Bayeux. Em entrevista...

Click PB

O governador Ricardo Coutinho se manifestou contrário à construção de um presídio federal na cidade de Bayeux. Em entrevista ao programa ‘Sem Censura’, o governador se queixou de que o Estado não havia sido consultado sobre a possibilidade de se construir uma unidade prisional federal na Região Metropolitana de João Pessoa.

“Não estamos pedindo esmolas”, declarou o governador ao lembrar que os reflexos de um presídio federal vai atrair para a Paraíba o crime organizado. “Porque não anunciaram para Bayeux uma universidade uma indústria?”, indagou o governador.

O governador lembrou ainda que em Bayeux não há espaços suficiente para a construção de um presídio. “ Um presídio precisa de espaços para ser construído em Bayeux não há”, disse  Ricardo ao lembra da extensão territorial da cidade, uma das menores do estado. 

Entenda o caso

A construção de uma unidade prisional federal em Bayeux foi anunciado no início deste mês pelo  agente federal de execução penal do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério de Justiça (MJ), Felipe Abath, em audiência dos vereadores do município.

Abath esclareceu  que Bayeux havia sido escolhida porque atende aos 11 requisitos técnicos elencados na Portaria 98/2017 do Depen, para construção de cinco novas Penitenciárias Federais de Segurança Máxima Especial no país.

A penitenciária anuncia para Bayeux terá capacidade para 208 internos, entre presos condenados e provisórios, em quatro pavilhões. A estrutura deve ser construída na saída da cidade, na zona rural, no sentido João Pessoa - Natal.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários