PF diz que há evidências ‘com vigor’ de corrupção por Michel Temer

Por Luiz Felipe Barbiéri, Poder 360 A PF (Polícia Federal) afirmou em relatório parcial entregue ao STF (Supremo Tribunal Federal) ha...

Por Luiz Felipe Barbiéri, Poder 360

A PF (Polícia Federal) afirmou em relatório parcial entregue ao STF (Supremo Tribunal Federal) haver indícios “com vigor” da prática de corrupção pelo presidente Michel Temer. Leia as íntegras aqui e aqui.

Diante do silêncio do Mandatário Maior da Nação e de seu ex-assessor especial, resultam incólumes as evidências que emanam do conjunto informativo formado nestes autos, a indicar, com vigor, a prática de corrupção passiva”, diz 1 trecho do relatório.

A PF pediu mais 5 dias para finalizar a perícia na gravação de uma conversa entre o peemedebista e o empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS.

“(…) alguns trechos da conversa, a depender de sua importância ao contexto, podem alterar o quadro, reforçando ou amainando as suspeitas iniciais. Faz-se razoável, portanto, não formular qualquer conclusão até que advenha laudo pericial acerca do arquivo (…) notadamente quanto ao seu conteúdo, que retrata conversa mantida entre o empresário Joesley Batista e o Exmo. Sr. Presidente da Republica Michel Temer, em 07 de março de 2017, no Palácio do Jaburu, em Brasilia”. 

O documento faz parte do inquérito que investiga o Temer e o “deputado da mala”, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), preso na carceragem da Polícia Federal em Brasília. A Procuradoria Geral da República deve oferecer denúncia nas próximas semanas e poderá incluir as conclusões apontados nos laudos da PF.

Joesley registrou em áudio 1 diálogo mantido com Temer no Palácio do Jaburu em março deste ano.  O presidente é investigado por corrupção passiva, obstrução de justiça e organização criminosa.

No áudio, Temer supostamente concorda com a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha, que está preso em Curitiba por ordem da operação Lava Jato.

O presidente também foi gravado indicando o “deputado da mala”, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver 1 assunto da JBS. Em seguida, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil em dinheiro enviada entregue por 1 executivo da JBS, Ricardo Saud. Toda a operação foi acompanhada pela Justiça e pela Polícia Federal, que filmou a entrega dos valores.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários