Assembleia Legislativa da Paraíba deve institucionalizar o Troféu Sétima Arte

A depender da organização do Fest-Aruanda a Assembleia Legislativa da Paraíba deverá abrir um precedente histórico, esse ano, ao instituc...

A depender da organização do Fest-Aruanda a Assembleia Legislativa da Paraíba deverá abrir um precedente histórico, esse ano, ao institucionalizar o Troféu Sétima Arte com objetivo de contemplar as melhores produções paraibanas em curta, média e longa-metragem.

A proposição é do produtor executivo do festival, o jornalista Lúcio Vilar, que aguarda apenas confirmação do agendamento já solicitado, com o deputado Gervásio Maia, presidente da ALPB, para formalizar a demanda de caráter cultural.

“Como a gestão do deputado Gervásio Maia tem se pautado por uma série de inovações, percebemos que cairia como uma luva a criação desse prêmio, promovendo uma nova agenda no campo cultural, sem precedentes na Assembleia, e que terá sua culminância durante o FestAruanda em dezembro”, explicou Vilar.

A ideia, segundo ele, foi inspirada em outras experiências exitosas nessa área, destacando-se a da Câmara Legislativa do Distrito Federal que tem uma premiação com esse teor desde 1996.

Se confirmada, a criação do Troféu Sétima Arte ALPB será um reconhecimento aos cineastas e, sobretudo, um incentivo aos jovens realizadores, inclusive do interior da Paraíba que a cada ano se destacam em festivais locais, regionais e nacionais. (WSCom, com assessoria)
***

#Cultura 

Você pode gostar também

0 comentários