Contorno Rodoviário foi pedido de Roberto Paulino e aliados ao governador Ricardo Coutinho

Fato a Fato O Anel Viário ou Contorno Rodoviário, construído em Guarabira pelo Governo do Estado e que vai ser inaugurado no próximo ...

Fato a Fato

O Anel Viário ou Contorno Rodoviário, construído em Guarabira pelo Governo do Estado e que vai ser inaugurado no próximo sábado (22), foi um dos pedidos do ex-governador Roberto Paulino (PMDB) e aliados ao governador Ricardo Coutinho (PSB) nas eleições de 2014.

Paulino pediu a obra em troca de seu apoio político ao socialista, que era candidato à reeleição nas eleições de 2014. Além do Anel Viário, o ex-governador, a esposa (ex-prefeita Fátima Paulino) e aliados pediram a construção de um hospital infantil para a cidade de Guarabira. 

A reunião, que consolidou a aliança entre socialistas e peemedebistas em Guarabira, foi realizada no auditório da Rádio Cultura AM. Na oportunidade, João Rafael (dono da emissora) ligou para Ricardo, entregou o telefone ao ex-governador Roberto Paulino, que fez os dois pedidos, tanto do anel viário quanto do hospital infantil.

Na presença de um grande número de aliados, Roberto Paulino disse: “Olha Ricardo, o nosso apoio está garantido. O meu, o de Fátima, dos vereadores e dos amigos. Não quero nada para mim, nem para minha família. Peço que você faça o anel viário e construa um hospital infantil em Guarabira. Assim, o povo guarabirense vai abraçar esse causa”. 

Além do empresário João Rafael, que já apoiava Ricardo Coutinho, participaram da reunião em apoio ao candidato socialista, os vereadores: Saulo de Biu, Michele Paulino, Bica, Gerson do Gesso, Zé Ismai, Adriana de Severo, Wilsinho e Babá. Todos ligados ao Grupo do PMDB. 


Resultado da eleição

Naquele ano, Ricardo era governador da Paraíba e candidato a reeleição. No primeiro turno do pleito em Guarabira, por exemplo, Coutinho havia sido derrotado por Cássio Cunha Lima (PSDB), que teve 2.560 votos de maioria.

Coutinho obteve 9.773 sufrágios, enquanto Cássio foi votado por 12.333 eleitores. O candidato do PSDB teve, inclusive, o apoio do prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, principal adversário político de Paulino. 

No segundo turno, por intermédio do empresário João Rafael de Aguiar, o então candidato socialista obteve o apoio do PMDB guarabirense que, capitaneado pelo ex-governador Roberto Paulino, além de “tirar” os 2.560 votos pró Cássio, conseguiu uma maioria de 1.331 sufrágios em favor de Ricardo Coutinho.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários