De olho em 2018, PT articula agenda de Lula no Nordeste em agosto

Blog do Diário, Diário de Pernambuco Após a posse do novo diretório nacional do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se...

Lula se reúne com presidente do partido no Nordeste (Foto: Ricardo Stuckert/Agência PT)
Blog do Diário, Diário de Pernambuco

Após a posse do novo diretório nacional do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu, nesta quinta-feira (06), em Brasília, com os presidentes estaduais do partido no Nordeste. A legenda está trabalhando para Lula, que é pré-candidato à Presidência em 2018, realizar agendas pela região – incluindo, Pernambuco – em agosto e setembro. Ainda não há datas.

Avalia-se também a possibilidade da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e da nova presidente nacional da sigla, senadora Gleisi Hoffmann, participar de algumas agendas, que deve ser no estilo “caravana”, já comum ao partido.

Na agenda estão visitas às obras paralisadas, locais com seca e universidades criadas pelo governo petista fora das Regiões Metropolitanas. A ideia é fazer um diagnóstico da região, que possa subsidiar o partido, em geral, e o petista, em particular. A reunião desta quinta foi embrionária, mas Lula demonstrou interesse de voltar à região.

Os presidentes da região já vinham fazendo este pleito a Lula, que por causa da eleição interna do PT não tinha condições. O ex-presidente articulou bastante para eleger Gleisi. Agora, esta agenda começou a ser construída. Há a expectativa em torno da possibilidade de Lula ser ou não candidato em 2018, com a Operação Lava Jato em seu calcanhar. O petista, no entanto, já se movimenta com a ideia de disputar o pleito.

Direção
Três pernambucanas tomaram posse na direção nacional do PT – a deputada estadual, Teresa Leitão, a secretária de Comunicação do PT Pernambuco, Sheila Oliveira, e a ex-secretária nacional de Articulação Regional do PT, Vivian Farias. Na reunião desta quinta, participaram também o senador Humberto Costa (PT) e o presidente estadual do partido, Bruno Ribeiro, reconduzido ao cargo em maio.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários