Para Lula: Eu não preciso mais brigar com ninguém, as minhas brigas agora são do meu senhor, do meu pastor

Por Roberto Cavalcanti, empresário  Sou, por índole, um fazedor de amigos. Mas, nas voltas que a vida dá, por vezes ela nos apres...

Por Roberto Cavalcanti, empresário 

Sou, por índole, um fazedor de amigos.

Mas, nas voltas que a vida dá, por vezes ela nos apresenta situações de conflito.

Sete décadas de vida me ajudaram a dimensionar, porém, toda a extensão da sabedoria contida no antigo adágio popular:

“O que não mata, fortalece”.

Todas as situações – as boas e más – são experiências colhidas, ensinamentos aprendidos, que nos levam inevitavelmente ao crescimento mental e espiritual.

Sou grato, porém, por esta balança ser tão desequilibrada em favor do bem.

Como fazedor de amigos, sou muito bem-sucedido!

Um deles – a quem até gostaria de nominar por agradecimento direto, mas a conveniência recomenda poupá-lo – me mandou há alguns instantes uma mensagem que chegou ao celular certo, na hora certa.

Coisas do destino que conspiram em favor de quem se predispõe a fazer o bem.

Movido por essa gratidão, ofereço hoje dois minutos com o pastor Nivaldo Nassiff – cuja pregação me faz agora comemorar as vitórias que estão preparadas nas próximas voltas da vida.

Deixo por conta de cada um a compreensão particular dessa mensagem – como sempre acontece, aliás, quando nos debruçamos sobre a sabedoria divina.

“Hoje o trecho da Bíblia Sagrada que eu quero trazer pra vocês está no Salmo 23, versículo 5, que diz assim: “Preparas uma mesa para mim na presença dos meus inimigos. O meu cálice transborda.

O que esse trecho da Palavra de Deus está ensinando pra mim e pra você nessa manhã é que se Jesus é o seu pastor ele garante dar conta de todos os seus adversários, de todos aqueles que são seus inimigos.

Esse trecho da bíblia está ensinando pra mim e pra você que eu não preciso mais brigar com ninguém, porque as minhas brigas agora são do meu Senhor, Daquele que é o meu pastor.

Eu não preciso mais entrar em contenda, em encrenca, em disputas com ninguém. Simplesmente eu entrego todos os meus inimigos nas mãos Dele. E um dia – Ele garante neste Salmo – Ele vai preparar uma festa, uma mesa para mim na presença dos meus inimigos a fim de que eles saibam quem sou eu.

Eu sou do Senhor, protegido, guardado pelo Senhor. E também você o pode ser se você fizer de Jesus o seu Senhor.

Naquele dia os seus inimigos verão quem é Aquele que te protege, quem é Aquele que cuida de você.

Sabe o que significa o meu cálice transborda? Significa que Ele vai derramar o vinho em quantidade no seu cálice, a fim de que transborde.

Sabe por que? isto é um símbolo de preferência. Pra quem Ele não gosta, um pouquinho. Pra quem Ele muito ama, um cálice que transborda.

É Jesus o seu Senhor? Não brigue mais, deixe que Ele brigue. Não entre mais em disputa, deixe que Ele o faça. Um dia Ele mostrará para todo mundo quem é você, o preferido, o protegido Dele. Amém”.

O adendo possível, após o desfile de toda essa sabedoria, é um só:

Aos inimigos, Deus!

*** 
#Sociedade #Crônica

Você pode gostar também

0 comentários