Eleições 2018: Raniery Paulino diz que PMDB não é refém de nenhum partido

Click PB O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) disse nesta quarta-feira (23) que o seu partido não é refém de nenhum partido, ao...

Click PB

O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) disse nesta quarta-feira (23) que o seu partido não é refém de nenhum partido, ao ser questionado se ao PMDB caberia indicar o vice ou outro cargo na possível chapa de Luciano Cartaxo (PSD) para o Governo, em 2018. “A gente não é refém de nenhum partido. Não podemos ser reféns de nenhum partido”, disse Raniery.

Raniery disse que a ‘fórmula’ utilizada nas eleições em João Pessoa, do PMDB indicar o vice para a prefeitura de João Pessoa, não indexou outros municípios, como Guarabira, onde o partido teve candidatura própria, além de Patos, Sousa, Campina Grande, entre outros. “Meu principal adversário é do PSDB, é o prefeito da cidade de Guarabira [Zenóbio Toscano], então essa não é uma conta simples, tem problemas a serem discutidos”, disse.

O deputado disse que não o surpreende com a reedição de alianças passadas entre partidos que hoje estão em campos adversários,  prevendo alianças envolvendo PSDB, PSD e PSB.

De acordo com o parlamentar, a falta de candidatura própria a presidente da República tem causado um grande estrado ao PMDB. “As pessoas não estão identificando o PMDB com suas bandeiras pela falta de candidatura própria”, disse Raniery.

Raniery está entre os que mais defende candidatura própria do PMDB e afirma que o partido tem nomes para isso. “As definições de todos os partidos só acontecerão na véspera ou até no dia das convenções, porque todo mundo vai conversar com todo mundo”, acredita o deputado.

Mas ele lembra que o PMDB já deliberou por candidatura própria, e qualquer mudança, é preciso reunir o partido novamente.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários