‘Vamos enterrar o mito Lula e julgar Luís Inácio’, dispara Doria no Correio Debate

Portal Correio Depois da entrevista exclusiva com o presidente da República Michel Temer (PMDB), o Correio Debate, da rádio Correio S...

João Doria, prefeito de São Paulo
Portal Correio

Depois da entrevista exclusiva com o presidente da República Michel Temer (PMDB), o Correio Debate, da rádio Correio Sat/98FM, trouxe nesta terça-feira (22) o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), que conversou por telefone com o âncora do programa, Nilvan Ferreira. João Doria falou sobre os projetos implantados em São Paulo nas áreas da saúde e educação, mas não fugiu do assunto política. Ele revelou se irá se apresentar como pré-candidato a presidente do Brasil. Além disso, opinou sobre as questões que envolvem o ex-presidente Lula e os escândalos no PT e, neste quesito, foi direto ao ponto.

“Lula ainda está solto e pode disputar. Eu defendo que ele possa participar da eleição e que possa disputar. Que ele dispute a eleição e que perca. Nós vamos enterrar o mito Lula e julgar o Luís Inácio”, arrebatou.

Clique abaixo e ouça a entrevista completa 

Entrevista com João Doria
João Doria acrescentou que não se preocupa com o fato de partidos como o PT não serem simpatizantes dele. “O PT, PSOL, o Rede, esses partidos de esquerda não gostam de mim. Eu não me importo que eles não gostem, aliás eu quero distância do PT. Esse partido roubou, mentiu e enganou os brasileiros. Foi o maior assalto aos cofres públicos da história do mundo, a pior recessão econômica que se tem notícia no Brasil república. Contra isso vou me posicionar e não preciso ser candidato a nada para isso”, disparou.

Com relação ao surgimento de seu nome como pretenso candidato a presidente da República, Doria negou que tenha pretensões para o cargo. “Não me apresento como candidato e sim como prefeito de São Paulo. É assim que tenho aceito convites assim como o de Campina Grande. Minhas atitudes são de gestor. Faço o que é necessário fazer. Sou vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos e tenho viajado pelo Brasil. Visito cidades para conhecer problemas locais para fazer um campo de defesa na frente, que é em Brasília”, enfatizou. 

Relação com Cássio Cunha Lima

João Doria falou também sobre a relação com o senador paraibano Cássio Cunha Lima, que também é do PSDB, e disse que é uma amizade antiga. “Tenho vários amigos (na Paraíba), mas destacaria, sem desmerecer os outros, Cássio Cunha Lima, de quem sou amigo há mais de 30 anos. Fui amigo do pai dele, que foi amigo de meu pai, então é uma relação de amizade respeito e admiração”, contou. 

Projetos em São Paulo

O prefeito de São Paulo não deixou de ressaltar projetos que vem desenvolvendo na cidade e que, segundo ele, vêm dando certo. Ele citou medidas nas áreas da saúde e educação que estariam reduzindo a zero o déficit de exames, cirurgias e crianças em creches. Ele explicou que zerou uma fila de 476 mil pessoas que aguardavam por exames. Além disso, tem reduzido a fila de espera de cirurgias e de crianças na faixa etária de 0 a 3 anos nas creches da cidade.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários