Médica fica indignada com vereadores e rejeita título de cidadania campinense

Click PB A médica Adriana Melo, especialista que estudou a relação do Zika Vírus com a microcefalia, expôs nesta quinta-feira (28) t...

Click PB

A médica Adriana Melo, especialista que estudou a relação do Zika Vírus com a microcefalia, expôs nesta quinta-feira (28) toda sua indignação com a maioria dos vereadores de Campina Grande. Em vídeo publicado nas redes sociais, a médica recusa o título de cidadão campinense  e a comemoração, na data de seu aniversário,  do  dia municipal de microcefalia.

“Considere como rejeitados. Eu não preciso de títulos dados por vereadores para poder me considerar campinense” desabafou a médica que nasceu no Ceará ao afirmar que já se considera campinense.

A médica criticou a ação da maioria dos vereadores que rejeitou projeto que previa subvenções da  prefeitura para auxiliar projeto sociais.  O projeto do vereador Olímpio Oliveira (PMDB) assegurava o repasse de R$ 5 mil para o Instituto Professor Joaquim Amorim Neto (Ipesq), que é responsável por pesquisas sobre a Microcefalia em Campina Grande.

A médica também não poupou a Câmara dos Deputados que recusou projeto do deputado Pedro Cunha Lima nesse sentido. “A gente já esperava por isso”, desabafou.
***

#Sociedade




Você pode gostar também

0 comentários