PSB oferece vice ou senatória a peemedebistas e dirigente devolve: “O PMDB não é partido que aceita coice, não”

Blog do Helder Moura O PSB do governador Ricardo Coutinho, durante encontro estadual do partido realizada no último sábado, referendo...

Antônio Souza
Blog do Helder Moura

O PSB do governador Ricardo Coutinho, durante encontro estadual do partido realizada no último sábado, referendou, através de suas principais lideranças, a pré-candidatura do secretário João Azevedo (Infraestrutura) ao Governo do Estado, chegou a defender uma aliança com o PMDB, a quem ofereceu as vagas de “senador ou vice-governador”.

Pelo menos foi o que deixou claro Edvaldo Rosas, presidente estadual do PSB: ““A gestão do PSB é bem avaliada e com condições de fazer um sucessor. Fizemos uma aliança com o PMDB em mais de 60 municípios e não vejo dificuldades em contar com eles para o nosso projeto. A chapa é bastante ampla e tem espaço.”

As declarações de Rosas, no entanto, encontraram uma resposta imediata do dirigente Antônio Sousa, tesoureiro-geral do PMDB, que devolveu em redes sociais, numa oitava acima: “O PMDB não é partido que aceita coice, não.” E reforçou que o partido terá candidato próprio ao Governo e que o senador Zé Maranhão é o nome que melhor representa este projeto.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários