Sem apoio, atleta guarabirense deixa de participar de campeonato brasileiro de Tae Kwon Do

Há poucos dias, a deputada estadual Camila Toscano (PSDB) ganhou espaço na imprensa paraibana ao lamentar a falta de apoio, por parte ...


Há poucos dias, a deputada estadual Camila Toscano (PSDB) ganhou espaço na imprensa paraibana ao lamentar a falta de apoio, por parte do Governo do Estado, a atletas que representarão a Paraíba nos Jogos da Juventude que este ano ocorrem em Curitiba (PR). Mas em Guarabira (PB), cidade da qual o pai da atuante deputada é prefeito, não é diferente: a gestão de Zenóbio Toscano (PSDB) não apoia o esporte com representação no município. E isso não é novidade.

Na noite de segunda-feira (11), o atleta Abmael Vanderson (33), postou em seu perfil no Facebook que, por falta de apoio e patrocínio, este ano ele não participará do Campeonato Brasileiro 2017 de Tae Kwon Do – adulto e máster, que vai acontecer no Rio de Janeiro (RJ) de 21 a 23 de setembro. “Não consegui apoio da prefeitura de Guarabira nem tão pouco dos políticos da cidade”, relatou o jovem atleta na rede social. E sem apoio ele não vai participar.

O Campeonato Brasileiro 2017 é realizado pelo órgão máximo do TKD no Brasil e dá direito a seletiva fechada para formação da seleção brasileira, para quem vai representar o país nos próximos anos nas olimpíadas, por exemplo.

O último dia da inscrição para o campeonato brasileiro é hoje (quarta-feira, 13), conforme Abmael. O custo é ‘mínimo’: R$ 1.500 reais – já contando com passagens aéreas, inscrição e hospedagem.

No post, Abmael Vanderson diz que não conhece outro esporte com representação na cidade que tenha conseguido títulos nacionais e internacionais, que a arte marcial que ele representa. “Não conheço outro esporte além do Taekwondo que tenha obtido títulos nacionais ou internacionais para a cidade de Guarabira”, afirmou.

Em seu desabafo, o atleta guarabirense também adianta que haverá a Copa do Brasil de TKD ainda este ano e que espera apoio. Confira a postagem na íntegra:



Filho do mestre Almir, bastante conhecido na região, Abmael Vanderson tem 29 anos de TKD e é faixa preta em 5º dan - 3x campeão brasileiro, 2x campeão da Copa América, 2x campeão Sul Americano de TKD, terceiro lugar em mundial de duplas, bicampeão da Copa do Brasil, além de vários outros títulos em campeonato paraibano, Copa do Nordeste, Brasileiro Nordeste.

O guarabirense Josepph Washington, também praticante de artes marciais, já passou por situação semelhante antes. E este blog já tornou público.

O que chama atenção é que quase nada mudou, na gestão de Toscano, em relação a apoio da Prefeitura de Guarabira às várias representações esportivas na cidade - diferente da Prefeitura de Pirpirituba que garantiu apoio a um de seus atletas.

É uma vergonha que o Executivo e o Legislativo municipal se omitam a ajudar um atleta com tantos títulos e chances de novas vitórias representando Guarabira.

Há verba pública para o esporte – e há bem mais, muito mais do que os R$ 1.500 reais necessários para arcar com as despesas já apontadas por Abmael Vanderson para o referido campeonato. 

Se cada vereador desse R$ 100,00 reais ajudaria muito...

"É compromisso com o futuro!" "O trabalho chegou!" #SQN

Falta é compromisso por parte da gestão de ZT. E vergonha na cara por parte dos vereadores que também são votados pelos desportistas do município para representá-los de alguma forma. E isso vale para todos os políticos da cidade.

Não me queiram mal, nobres parlamentares! E não me venham com essa de que não foram procurados! Fica a dica: se redimam junto aos atletas. Comecem ajudando o Abmael Vanderson a participar da próxima Copa do Brasil de TKD. #Sociedade #Política #Esporte

Você pode gostar também

0 comentários