'No final do ano, vai ter o DVD d'O Rappa no Marco Zero', anuncia Falcão em show

Por Alef Pontes, Viver Bem, Diário de Pernambuco A história de proximidade entre a banda carioca O Rappa e Pernambuco será eternizado em...

O Rappa fez o último show agendado no Estado nesta sexta-feira. Foto: Charles Johnson/Divulgação
Por Alef Pontes, Viver Bem, Diário de Pernambuco

A história de proximidade entre a banda carioca O Rappa e Pernambuco será eternizado em mais um álbum, anunciado oficialmente nesta sexta-feira (29), no Classic Hall (Olinda), durante o que seria a última apresentação no Estado antes da anunciada pausa, após fevereiro de 2018. "E no final do ano, vai ter o DVD d'O Rappa no Marco Zero", anunciou o vocalista Falcão.

O lançamento resgata os planos gestados há mais de dois anos, em meio à produção do registro audiovisual que seria no Recife Antigo (O Caixa da Alfândega chegou a ser anunciado) e acabou virando o Acústico Oficina Brennand, com produção da Luni e direção de Lírio Ferreira e Lula Queiroga, que assina músicas em parceria e fez participação em uma delas. Lula lançou recentemente o álbum Aumenta o sonho.

O show para milhares realizado no carnaval de 2016 foi filmado, e as imagens seriam mescladas àquelas do museu a céu aberto do artista plástico Francisco Brennand, localizado no bairro da Várzea. Entretanto, por serem atmosferas tão distintas, foram divididos em dois projetos, o primeiro deles liberado em maio de 2016 e o outro guardado para chegar ao público no fim do ano.

Os últimos shows d'O Rappa estão marcados para fevereiro de 2018, após mais de 15 anos de trrajetória. A partir do mês seguinte, segundo comunicado feito através das redes sociais em maio, eles interrompem por tempo indeterminado as atividades. "É necessário respirar novos ares, fazer outras coisas. Acho que, se voltarmos, tem de ser com outra história, outro assunto. O Rappa nunca esteve na zona de conforto", disse o guitarrista Xandão em entrevista ao Viver antes do show em Pernambuco, dando margem para um retorno.

Os pernambucanos da Nação Zumbi abriram a noite, com o primeiro show na cidade após a apresentação no festival Rock in Rio ao lado do ícone Ney Matogrosso. Jorge dü Peixe, Lúcio Maia, Pupillo, Dengue, Toca Ogan, Tom Rocha e Gustavo da Lua presentearem o público com uma versão de Refazenda, de Gilberto Gil, reservada para o próximo disco.

Assista a um trecho do show no Classic Hall:




***

#Cultura #Música

Você pode gostar também

0 comentários