Entidades da PMs exigem retratação de Estela por ofensas: 'Toda família policial militar foi severamente agredida'

Blog do Helder Moura Pode-se dizer que a deputada socialista Estela Bezerra pegou literalmente em bomba, ao insinuar que o cidadão se...

Estela Bezerra jul2017
Blog do Helder Moura

Pode-se dizer que a deputada socialista Estela Bezerra pegou literalmente em bomba, ao insinuar que o cidadão se sente acuado e amedrontado com a Polícia na Paraíba. Na esteira de suas declarações, dadas na Assembleia, várias entidades da Polícia Militar emitiram nota, repudiando suas declarações e exigindo uma retratação.

Primeiro, na noite desta terça (dia 5), foram o Clube dos Oficiais, a Assemp, Associação dos Inativos da PM e Associação dos Subtenentes e Sargentos. Na manhã desta quarta, foi a vez da Caixa Beneficente também repudiar as declarações da deputada.

CONFIRA A ÍNTEGRA DAS DUAS NOTAS…

PRIMEIRA NOTA

“Entidades da polícia e bombeiros militares repudiam declarações da deputada Estela Bezerra sobre a Polícia.

As entidades abaixo assinadas vem a público repudiar as declarações da deputada estadual Estela Bezerra em relação a Polícia Militar da Paraíba.  A parlamentar utilizando a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça feira, declarou que “que a população se sente mais acuada do que protegida com a presença da políciao policial em vez de trazer sensação de segurança produz medo e precisa urgente recuperar sua imagem”.

De início percebe-se a falta de sintonia da deputada com a população paraibana que tem apoiado e aplaudido o trabalho dos policiais, mesmo em meio a tanta dificuldade, tem se esforçado e as vezes com o sacrifício da própria vida.

Na próxima vez deputada Estela Bezerra suba à Tribuna para cobrar do Governo projetos que promovam apoio e dignidade aos policiais, que faça concurso para aumentar o efetivo nas ruas, que devolva a paridade entre ativos e inativos, que garanta ao policial o seguro de vida, e que cumpra as decisões judiciais com trânsito em julgado em favor dos abnegados, destemidos e vocacionados da Polícia e bombeiro Militar da Paraíba.

Com fundamento na disciplina e hierarquia, princípios basilares da nossa corporação, vimos respeitosamente alertar nosso Comandante Geral sobre o risco de sermos omissos diante de tão grave agressão. Esperamos, portanto, que nossa instituição se pronuncie de forma altiva e independente sobre tal desrespeito, pois toda família policial militar foi severamente agredida.

Por fim, estamos solidários aos companheiros policiais e bombeiros militares, ativos e inativos. E manteremos essa posição inarredável em defesa de nossa corporação e de nossos valorosos companheiros, contra seja lá quem for.

CLUBE DOS OFICIAIS DA POLICIA E BOMBEIROS MILITAR DA PB
ASSOCIAÇÃO DOS INATIVOS DA POLICIA MILITAR
ASSOCIAÇÃO DOS SUB TENENTES E SARGENTOS DA PM/BM
ASSOCIAÇÃO DAS MÃES E ESPOSAS DOS PM/BM”

SEGUNDA NOTA

“A Caixa Beneficente dos Oficiais e Praças da Polícia Militar e do Bombeiro Militar da Paraíba vem a público exigir um pedido de desculpas convincente da deputada estadual Estelizabel Bezerra, que nesta terça-feira foi extremamente infeliz ao usar a tribuna da Assembleia Legislativa para dizer que a população “se sente amedrontada com a presença e postura da polícia”, a partir de um pensamento exclusivo dela, que nem de longe representa o dos paraibanos.

Vale lembrar que a polícia longe faz falta ao cidadão de bem e perto incomoda tão somente os bandidos, então fica a dúvida de qual população a nobre deputada estava se referindo quando resolveu causar esse constrangimento público à categoria.

A parlamentar, talvez almejando a possibilidade de ocupar espaços midiáticos com declarações vexatórias contra os trabalhadores da segurança pública, esqueceu do discurso que ela mesma já usou um dia na tribuna, quando foi do seu interesse defender este lado da sociedade, onde mostrou a pesquisa nacional do Ministério da Justiça que apontou, em 2013, a polícia paraibana como a mais bem avaliada do país, com índice de 65,6% de satisfação aos cidadãos, o mais alto do Brasil.

A entidade aconselha que a deputada ande mais pelas comunidades, não só em tempos de campanhas eleitorais, mas todos os dias como a polícia faz, atitude que pode fazê-la não errar outra vez desta forma. A polícia da Paraíba (con)vive perto do povo, tentando minimizar a violência gerada pela omissão de alguns políticos, então se não quer usar o mandato para ajudar nisso, não atrapalhe!”
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários