Na Argentina, Temer diz que está levando adiante ‘ambiciosa agenda de reformas’

Poder 360 No discurso na sessão de abertura da 11ª Conferência Ministerial da  OMC  (Organização Mundial do Comércio), neste domingo...

Poder 360

No discurso na sessão de abertura da 11ª Conferência Ministerial da OMC (Organização Mundial do Comércio), neste domingo (10.dez.2017), em Buenos Aires, o presidente da República, Michel Temer, disse que está levando adiante uma “ambiciosa agenda de reformas”. O peemedebista embarcou no início da tarde, às 13h20, para a Argentina.

“O Brasil de hoje deixou para trás a recessão. Nossa economia se recupera, cria postos de trabalho e a produção industrial tem crescido. As taxas de juros recuaram ao seu menor patamar histórico. A inflação é a mais baixa em muitos anos seguidos. Estamos levando a ambiciosa agenda de reformas para modernização do Brasil”, declarou o presidente. Leia a íntegra do discurso ou assista (5min51seg):



O presidente assinou a Declaração Presidencial de Buenos Aires (leia a íntegra), que tem o objetivo de fortalecer o compromisso entre as nações sul-americanas e reduzir as barreiras comerciais entre as nações. O documento foi assinado por 10 nações da América do Sul.

No entanto, a grande expectativa em relação ao encontro é a rodada de reuniões paralelas entre Mercosul e União Europeia, que pode terminar com 1 anúncio histórico de acordo de livre comércio entre os blocos, depois de 20 anos de altos e baixos. Mesmo que não cheguem a uma conclusão e alguns pontos fiquem em aberto, o rumo para a assinatura do acordo ficará mais claro.

Além de Temer, participaram da cerimônia de abertura da reunião da OMC, o presidente argentino Maurício Macri, e os presidentes do Paraguai, Horácio Cartes, do Uruguai, Tabaré Vázquez, e do Chile, Michelle Bachel. O encontro entre 146 países acontece em Buenos Aires, na Argentina, até 4ª feira (13.dez.2017).

Em meio as negociações para aprovar a reforma da  Previdência, o presidente voltará para o Brasil ainda neste domingo. A chegada está prevista para as 22h30. Para discutir o apoio do Congresso ao projeto que muda as regras de aposentadoria, Temer convidou Carlos Marun (PMDB-MS) e o deputado Arthur Maia (PPS-BA), relator da proposta na Câmara, para lhe acompanhar na viagem.  O ministro da Justiça, Torquato Jardim também está na comitiva.

O presidente quis passar otimismo na reforma da Previdência. Temer citou os partidos que já fecharam questão a favor da proposta –caso em que todos os deputados devem votar segundo orientação partidária, sob pena de punição. 

“Fecharam questão já o PMDB, o PTB, o PPS. Hoje falei com o presidente do PP, do PSD. Agora falei com o presidente do PRB. E estão todos entusiasmados com eventual fechamento de questão”, disse o peemedebista.

Temer também afirmou que a discussão do texto deve ser iniciada ainda na 4ª feira (18.dez.2017). A finalização seria na próxima semana.

“Eu quero dizer que a reforma da Previdência vai muito bem. O presidente Rodrigo Maia resolveu começar a discussão na 4ª feira [13.dez.2017]. Seguirá até 2ª [18.dez.2017] ou 3ª feira [19.dez.2017]. Quem sabe na 3ª nós consigamos fechar”.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários