Petrobras pede que Gleisi Hoffmann e mais 2 devolvam R$ 1 milhão

Por Luiz Felipe Barbiéri, Poder 360 A Petrobras pediu ao ministro Edson Fachin do STF (Supremo Tribunal Federal) que determine a devo...

Por Luiz Felipe Barbiéri, Poder 360

A Petrobras pediu ao ministro Edson Fachin do STF (Supremo Tribunal Federal) que determine a devolução de R$ 1 milhão pela presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), e mais duas pessoas Leia a íntegra.

Até o momento, não houve decisão do ministro. Fachin pediu manifestação da Procuradoria Geral da República, mas ainda não obteve resposta.O pedido foi feito em uma ação penal na qual a senadora é ré desde setembro do ano passado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Também são réus no processo o marido da petista, Paulo Bernardo, ex-ministro do Planejamento (Lula) e Comunicações (Dilma), e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues. Os 2 também são alvo do pedido de ressarcimento da estatal.

“Assim, é que, repisando a percuciente análise probatória feita pela acusação, restou demonstrado o recebimento de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais), que deve ser estabelecido como patamar indenizatório mínimo a ser estipulado especificamente em favor da Requerente, a maior vítima do esquema apurado no bojo da intitulada operação Lava Jato”, diz trecho da manifestação da Petrobras.

Gleisi é acusada de receber vantagem indevida no valor R$ 1 milhão em 2010. A quantia teria sido destinada à sua campanha ao Senado naquele ano. O dinheiro teria origem no esquema de corrupção e lavagem de dinheiro estabelecido na diretoria de abastecimento da Petrobras, na época, ocupada por Paulo Roberto Costa. O repasse teria ainda o objetivo de manter Costa na citada diretoria.

O Ministério Público sustenta que o pagamento foi ordenado pelo diretor e operacionalizado pelo operador financeiro Alberto Youssef. A quantia foi supostamente entregue em 4 parcelas de R$ 250 mil a Rodrigues. Leia o que diz a congressista.

Nas alegações finais do processo, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu a condenação da senadora, a perda de seu mandato e o pagamento de uma multa de R$ 4 milhões, que deverá ser dividida entre os 3 réus.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários