Em ano eleitoral: Governador tenta comprar outro helicóptero e Justiça barra processo de licitação

Blog do Helder Moura O governador Ricardo Coutinho, pelo visto, desistiu do helicóptero usado, adquirido em plena campanha de 2014, d...

Helicoptero de RC aparelho
Blog do Helder Moura

O governador Ricardo Coutinho, pelo visto, desistiu do helicóptero usado, adquirido em plena campanha de 2014, depois de uma sequência de quebras e que, por isso mesmo, ficou mais conhecido na Polícia Militar como “sucatóptero”. Há poucos dias, o governador decidiu adquirir uma outra aeronave, coincidentemente em ano eleitoral. De novo.

O problema foi que, diante de problemas registrados na licitação, a Justiça mandou interromper o processo, com um mandado de segurança impetrada por um dos interessados na venda da aeronave. Duas empresas foram tornadas aptas para participar da licitação: Helibrás – Helicópteros do Brasil S/A e Leonardo – Societa Per Azioni. Já a empresa Agustawestland do Brasil Ltda, descredenciada, foi quem impetrou o mandado de segurança, concedido pelo TJ, após apontar irregularidades no certame.

O episódio ocorreu, praticamente sem o conhecimento da Imprensa, nessa terça (dia 23). A sessão foi iniciada às 9h, no Centro Administrativo de Jaguaribe, mas, às 10h45, um oficial de Justiça chegou ao local, com a decisão do juízo da 4ª Vara da Fazenda Pública para suspender a operação de compra, após identificar problemas no processo licitatório. Os envelopes foram então recolhidos e a sessão suspensa.


***

#Política  

Você pode gostar também

0 comentários