Primeiro dia de Festa da Luz é marcado por ‘apagão’ no palco principal; Léo Santana salva a noite

Palco principal durante 'apagão' (Imagens: Blog do Ikeda)  A parte profana da Festa da Luz 2018 teve início nesta segunda-fei...

Palco principal durante 'apagão' (Imagens: Blog do Ikeda) 

A parte profana da Festa da Luz 2018 teve início nesta segunda-feira (29). A primeira noite, porém, foi marcada por um ‘apagão’ no palco principal ainda durante o show do cantor Vinicius Mendes, primeira atração da noite. Foi devido um problema em um dos geradores. Quase uma hora depois, a equipe técnica conseguiu solucionar. Houve uma pequena manifestação como se fossem vaias no meio do povão enquanto substituíam o equipamento. Quem salvou a noite foi mesmo o ‘gigante’ Léo Santana, principal atração da noite. Luan Estilizado encerrou o primeiro dia.

Léo Santana agita a galera

Já uns 20 'barraqueiros' instalados no lado esquerdo do Parque do Poeta - considerando quem está de frente para o palco principal -, também foram prejudicados no primeiro dia de festa: embora tenham pagado uma taxa de R$ 500 pelo espaço à Prefeitura de Guarabira, devido outro problema na corrente elétrica eles ficaram sem luz desde cedo. Demorou, mas o problema foi solucionado. O fato foi levado ao ar pelo radialista Raelson Galdino, durante cobertura da Rádio Guarabira FM. Também houve um pequeno atraso na abertura do ‘palco do brega’.

A organização da Festa da Luz 2018 está tentando realizar a maior festa da luz de todos os tempos. É o que o prefeito de Guarabira Zenóbio Toscano (PSDB) também anda falando em suas entrevistas. Ocorre que eu cubro a Festa da Luz há 14 anos pela Guarabira FM e já vi festa mais organizada e com estrutura maior, inclusive na gestão de Toscano. Este ano há, apenas, um palco principal – mais bonito e tecnológico, admito -, porém ainda não aprovado na noite desta segunda.

Como já escrevi, o número de artistas do município contratados para apresentação no ‘palco do brega’ também foi reduzido. Houve época em que este espaço popular começava a funcionar na faixa das 17h, com várias atrações locais se apresentando até a hora da principal atração subir ao palco. Eis o que temos para este ano, conforme divulgado:

Dia 29 - Junior Marrone (local) e Duquinha (atração principal)
Dia 30 – Roberto Show e Adriano Costa
Dia 31 – Família Manga (as filhas) e Paulo Márcio
Dia 01 de fevereiro – Loirinha dos Teclados e Augusto César

Muitos artistas guarabirenses, portanto, ficaram de fora. Por quais motivos? Eu não sei.

Em 2016, por exemplo, havia transporte gratuito para conduzir as pessoas ao local da festa. Também houve cadastramento para moto taxistas – para aqueles que queriam atender com acesso ao local do evento. Este ano, assim como em 2017, não teve nada: nem transporte gratuito – uma ideia do próprio gestor -, nem moto taxista cadastrado.

Este ano não houve reunião com a imprensa, diferente do que acontecia antes - houve, apenas, o credenciamento. O coordenador de Comunicação Cid Cordeiro justificou em entrevista que a reunião não era necessária, pois o contato foi feito diretamente com os veículos de comunicação. 

A Fasta da Luz cresceu – e cresceu muito em estrutura! -, mas não dá para afirmar que esta será a maior de todos os tempos.

***

Contudo, como relatei durante a cobertura pela rádio, o layout da Festa da Luz 2018 ficou bem legal, avalio – o posicionamento dos camarotes, dos parques e das próprias barracas e dos palcos: pelo menos, aparentemente, há mais espaço para o público, mesmo além da área paga (frontstage). Na primeira noite tinha muito espaço vazio. A maior expectativa de público será mesmo no encerramento com show de Wesley Safadão, acredito. Antes a festa tinha dois palcos, como relatei. Este ano apostaram num palco maior e com mais tecnologia – ainda assim, ocorreu o problema com o gerador.

Eis, então, o que posso comentar acerca da primeira noite de Festa da Luz 2018. A festa continua! #Cultura #FestaDaLuz2018




Você pode gostar também

0 comentários