Secretário-geral do PSDB critica declarações de Gleisi

Por Maria Lima, O Globo O  secretário-geral do PSDB , deputado federal Marcus Pestana (PSDB), criticou nesta quarta-feira as declar...


Por Maria Lima, O Globo

secretário-geral do PSDB, deputado federal Marcus Pestana (PSDB), criticou nesta quarta-feira as declarações da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffman (PR), que afirmou que, para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser preso, "vai ter que prender muita gente, mais do que isso, vai ter que matar gente". Pestana disse que Gleisi desconhece a cultura republicana do Brasil. Ele se reuniu nesta quarta-feira com o presidente do PSDB e governador de São Paulo, Geraldo Ackmin.

— A declaração da senadora Gleisi foi um desastre, um desrespeito às instituições, revela uma falta de cultura republicana e democrática e aposta em uma confrontação. É uma cultura bolivariana, só que aqui não é uma Venezuela e nem vai ser. Aqui as instituições são sólidas, a democracia já passou por diversos testes, e a lei é para todos, do mais simples cidadão até o ex-presidente da República. Não tem que ter prejulgamento e cabe ao Judiciário julgar com base nas provas e evidências que estão nos autos — criticou o tucano mineiro.

O dirigente do PSDB elogiou a “posição discreta e serena” e dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que irão analisar o recurso de Lula conta sua condenação em primeira instãncia:

— Em primeiro lugar, esse julgamento não cabe na órbita política. Nós temos que evitar a politização do judiciário e a judicialização da política. Cada um no seu quadrado — disse Pestana.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários