Paraíba registra abertura de quase dez mil novas empresas em 2017, segundo Receita

Click PB O ano de 2017 registrou um saldo positivo de quase dez mil novas empresas abertas na Paraíba. De acordo com dados do Núcle...


Click PB

O ano de 2017 registrou um saldo positivo de quase dez mil novas empresas abertas na Paraíba. De acordo com dados do Núcleo de Manutenção Cadastral da Secretaria de Estado da Receita (SER), houve um aumento de 8,74% nas inscrições estaduais no comparativo entre 2017 e 2016.

A Paraíba terminou 2017 com 118.057 empresas ativas, o que representa um acréscimo de 9.491 novas inscrições na base de dados, já que no ano de 2016, existia o registro de 108.566 estabelecimentos.

90% das inscrições, o que representa 106.458 empresas, são de empresas do Simples Nacional, que incluem as empresas da figura do Microempreendedor Individual (MEI) e de micro e pequenas com faturamento até R$ 3,6 milhões. Já o regime Normal encerrou o ano com 8.051 estabelecimentos (7% do total).

Outros e a Substituição Tributária completam os regimes na Receita Estadual com participação de 2,65%. O MEI é o principal responsável pelo crescimento das inscrições estaduais em 2017.

Entre as atividades econômicas de maior representatividade na Receita Estadual, o varejo concentra 67,92% das inscrições estaduais, enquanto os setores da indústria (13,77%) e serviços (12,25%). O atacado representa apenas 1,90% do total das 118.057 inscrições.

Na distribuição dos estabelecimentos nos cinco núcleos da Receita Estadual, a 1ª Região, que tem como sede João Pessoa, fechou 2017 com de 51.259 empresas ativas, o que representa 44,01% do número de contribuintes de ICMS do Estado. Em segundo lugar ficou a 3ª Região, que tem sede em Campina Grande, com 28.913 estabelecimentos com inscrição estadual, representando 24,82% do total. A 2ª região, que tem sede em Guarabira, concentra o terceiro maior volume de inscrições ativas no Estado com 13.095 unidades e participação de 11,24%, enquanto Sousa, do 5º núcleo com 12.836 (10,70% das inscrições) e Patos (10.002), do 4º núcleo com 9,06% do total, vêm respectivamente na sequência.
***

#Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários