Dia de fúria: RC rebate críticas à guarda pessoal chamando Cássio de “malandro” e Maranhão de ingênuo

Blog do Helder Moura Um dia após peitar jornalistas, durante uma entrevista coletiva, o governador Ricardo Coutinho atacou os senadores...

Ricardo Coutinho e Maranhão
Blog do Helder Moura
Um dia após peitar jornalistas, durante uma entrevista coletiva, o governador Ricardo Coutinho atacou os senadores Zé Maranhão e Cássio Cunha Lima, por terem criticado a criação da guarda pessoal para ex-governador, que tem como primeiro beneficiário, ele próprio. Durante evento no Conde, o governador chamou Cássio de “malandro” e tachou Maranhão de ingênuo.
Eis o que disse precisamente sua excelência, quando questionado sobre as críticas dos dois: “Cássio, não, que é malandro, faz a política do disse-me-disse, mas Maranhão, foi iludido por uma criação midiática, principalmente dos sistemas Correio e Paraíba, criaram uma história de guarda, sendo que não existe absolutamente nenhuma guarda.”
Achou pouco e ainda acrescentou, mirando o tucano: “Determinados governantes fizeram uma crítica porque nunca tiveram problemas com a segurança porque sempre pactuaram com a bandidagem, com o colarinho branco. Observe o que está acontecendo na grande Capital, todo mundo que caiu é ligado a eles, todo mundo que caiu aparecia em foto de braços dados com Cássio.”
A criação da guarda foi publicada na edição retroativa do Diário Oficial do dia 31 de março, sancionada pelo governador, a partir de um projeto de lei do deputado Hervázio Bezerra, seu líder na Assembleia.
***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários