Estado australiano punirá com prisão perpétua casos de pedofilia

No estado de Nova Gales do Sul, na Austrália, o governo anunciou nesta terça-feira (3) que estabelecerá punições mais duras contra a pedo...

No estado de Nova Gales do Sul, na Austrália, o governo anunciou nesta terça-feira (3) que estabelecerá punições mais duras contra a pedofilia, incluindo a prisão perpétua para casos reiterados de abuso sexual de menores.
A reforma do Código Penal atende às recomendações do relatório publicado em dezembro do ano passado pela comissão governamental, que verificou a resposta das instituições australianas aos abusos sexuais.
"Essa reforma é projetada para dar aos sobreviventes a justiça que merecem e impor sanções mais duras aos agressores pelos horríveis abusos contra crianças", disse a chefe do governo estadual, Gladys Berejiklian.
Os crimes de pedofilia no estado eram punidos até agora com uma pena máxima de 25 anos de prisão.
Com a reforma, a condenação poderá ser de prisão perpétua quando o abuso de menores for cometido de forma "persistente".
A comissão acompanhou, durante cinco anos, a resposta à pedofilia em organizações públicas e religiosas, incluindo as pertencentes à Igreja Católica, com entrevistas com mais de 8 mil vítimas de abusos cometidos em mais de 4 mil centros desde a década de 20. (ClickPB, com Agência Brasil)
***
#Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários