Da reportagem à apresentação: José Roberto Burnier vai comandar novo programa da GloboNews

Comunique-se São 35 anos de TV Globo. Esse é o tempo que José Roberto Burnier está fazendo jornalismo na emissora. Desde quando ent...


jose roberto burnier - globo - globonews - ali kamel
Comunique-se

São 35 anos de TV Globo. Esse é o tempo que José Roberto Burnier está fazendo jornalismo na emissora. Desde quando entrou até agora, o comunicador já passou por diversos programas e cargos. Neste ano, porém, será a primeira vez que ele assumirá o comando de uma atração – e que será veiculada pela GloboNews. Novidade que o faz deixar as ruas e passar para o outro lado da bancada. A mudança de função foi anunciada pelo diretor geral de jornalismo e esportes do canal, Ali Kamel.

A equipe de comunicação da Globo não dá detalhes sobre a atração. A emissora apenas adianta que o programa passará a ser exibido na GloboNews em julho. O telejornal matinal será veiculado de segunda-feira a sexta-feira, das 6h às 9h, com edição ancorada de São Paulo. Ao falar da novidade, Ali Kamel elogiou o trabalho de José Roberto Burnier. O diretor ainda ressaltou que o futuro apresentador tem jeito único de trabalhar com o jornalismo.

“Burnier tem um jeito próprio de contar as histórias que cobre, uma linguagem própria, de texto e de imagem. Sabe se colocar diante da câmara com um único objetivo: fazer o público entender melhor o que lhe é contado. É um talento, porque a espontaneidade está sempre a serviço da notícia”, diz o diretor geral de jornalismo da Globo, Ali Kamel.

Trajetória de José Roberto Burnier na imprensa

José Roberto Burnier iniciou sua carreira na TV Globo em 1983, quando deixou Campinas, no interior de São Paulo, para ser repórter do ‘Globo Rural’. “O programa sempre teve uma imagem muito forte. A gente costumava dizer que era uma pós-graduação em televisão, pois era feito com um esmero muito grande, uma linguagem diferente daquela do dia a dia. Convivi com Humberto Pereira, José Hamilton Ribeiro, Ivaci Matias”, contou o jornalista em depoimento ao projeto Memória Globo.

Depois disso, ele passou por ‘Bom Dia SP’ e ‘Jornal Nacional’. Em 2004, mudou-se para Buenos Aires e assumiu o posto de correspondente internacional. Na função, ajudou a Globo a montar escritório na Argentina. Burnier voltou ao Brasil em 2005. Desde o retorno, fez especiais para o ‘Fantástico’ e cobriu grandes eventos, como o desastre que deixou 33 mineiros chilenos soterrados, e a morte de centenas de pessoas na Região Serrana, do Rio de Janeiro, em janeiro de 2011.

Vídeo da própria Globo



***
#SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários