Marquise admite retomar projeto do shopping em Intermares

Thiago e Fábio (de óculos) com o prefeito Vitor Hugo (Foto: Ascom/PMC) Blog do Rubão Superintendente administrativo da Marquise Parti...

Thiago e Fábio (de óculos) com o prefeito Vitor Hugo (Foto: Ascom/PMC)
Blog do Rubão
Superintendente administrativo da Marquise Participações, o executivo Fábio Vieira admitiu ontem (7) em Cabedelo que o grupo empresarial cearense mantém interesse em construir um shopping em Intermares, empreendimento que agora seria viável graças à Operação Xeque-Mate, que prendeu o prefeito Leto Viana no dia 3 de abril último.
Além dos crimes de que são acusados, Leto e vereadores também presos naquela data pela Polícia Federal são responsabilizados por um boicote sistemático que o projeto do Shopping Pátio Intermares sofreu nos últimos quatro anos. O investimento projeta a geração de 4.500 empregos e receita adicional de impostos da ordem de R$ 75 milhões para o município de Cabedelo.
Por trás da obstrução ao empreendimento do Grupo Marquise estariam interesses que não admitem concorrência e teriam patrocinado, inclusive, a renúncia de Luceninha, prefeito eleito em 2012, para que Leto Viana pudesse assumir o cargo. Com a ascensão do então vice-prefeito ao comando da Prefeitura de Cabedelo, o Pátio Intermares passou a sofrer diversos entraves no licenciamento da obra.
A manifestação de Fábio Vieira foi divulgada nesta terça-feira pela assessoria do prefeito em exercício, Vitor Hugo,  que se reuniu na tarde dessa segunda-feira com o representante da Marquise, além do advogado Thiago Lopes, assessor jurídico da empresa, para discutir a viabilidade da construção do shopping. “O interesse nesse empreendimento existe e nós estamos cuidando das questões legais que estão pendentes para que este projeto se viabilize”, disse o executivo.
Fábio ponderou, contudo, “que houve uma mudança significativa na conjuntura de mercado e isso é um ponto que estamos também observando”, mas garantiu que “o foco agora é finalizar todas as etapas para que os impedimentos sejam superados”. E arrematou: “A partir disso, estaremos acompanhando a evolução do mercado para que o Pátio Intermares possa se tornar realidade. A gente tem contado com a boa vontade do prefeito e de sua equipe e acreditamos que, muito em breve, teremos boas notícias”.
***
#Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários