Casos de dengue aumentam 200% na PB

Mais PB No período de 1º de janeiro a 14 de junho (24ª semana epidemiológica), foram notificados 6.914 casos suspeitos de dengue, um ...



Mais PB
No período de 1º de janeiro a 14 de junho (24ª semana epidemiológica), foram notificados 6.914 casos suspeitos de dengue, um aumento de 216,14% comparado com o ano anterior, quando foram registrados 2.187 casos, de acordo com o Boletim Epidemiológico relacionado às arboviroses, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta quinta-feira (28).
O boletim ainda revela um aumento de 36,29% das notificações dos casos suspeitos de zika, com 184 registros no período contra 135 casos no mesmo período do ano passado. Por sua vez, a chikungunya, foi a única que apresentou redução nas notificações. Em 2018, foram notificados 588 casos e em 2017, 938 casos suspeitos. Uma redução de 37,31%.
Até a 24ª Semana Epidemiológica de 2018, foram registrados 27 óbitos suspeitos de causa de arboviroses, sendo cinco confirmados para dengue (um de Campina Grande, dois de Juazeirinho e dois de Coremas); dois confirmados para chikungunya (Pedras de Fogo e Juazerinho) e dois confirmados para zika (Campina Grande e Queimadas). 12 casos estão em investigação e seis foram descartados.
Entre as ações programadas pela SES de combate ao mosquito Aedes Aegypti, estão o 3º Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que ocorrerá no período de 2 a 6 de julho; o monitoramento e acompanhamento da situação epidemiológica e ambiental pelas áreas técnicas; mobilização e distribuição de material educativo referente às arboviroses; apoio técnico “in loco” conforme situação epidemiológica e ambiental dos municípios; intervenção com aplicação do UBV Pesado (carro fumacê), respeitando os critérios Epi-entomológicos estabelecidos na Nota Técnica Nº 01 de 2018.
O texto informa ainda que no período de 1º de janeiro a 30 de maio de 2018, foram realizadas 2.645.487 visitas domiciliares, nos 223 municípios paraibanos, enquanto nos meses de maio a junho de 2018, foram realizadas diversas ações de combate ao mosquito.
Entre elas, participação nas videoconferências mensais junto a Sala Nacional de Combate do Aedes aegypti no controle das arboviroses e bloqueios de transmissão com aplicação de carro fumacê nas cidades de Malta, Aparecida, São Francisco, Sossego, Assunção, Aroeiras, Lastro, Baraúna, Caturité, Fagundes, Campina Grande, Santa Cecília, Santa Inês, Marizópolis, Cuité, Araruna, Barra de Santa Rosa, Uiraúna e São Domingos de Pombal.
***
#Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários