Surpresa: Radialista Fabiano Gomes publica carta e pede demissão do Sistema Arapuan de Comunicação

Polêmica PB O comunicador  Fabiano Gomes  não está mas no Sistema Arapuan. Ele divulgou na manhã desta terça-feira (19) uma carta onde ...

fabiano gomes 09 e1508190645336 300x185 - SURPRESA: Radialista Fabiano Gomes publica carta e pede demissão do Sistema Arapuan de Comunicação
Polêmica PB
O comunicador Fabiano Gomes não está mas no Sistema Arapuan. Ele divulgou na manhã desta terça-feira (19) uma carta onde ele pede demissão. Ele atuava como superintendente da emissora e no comando de um programa na televisão e outro no rádio.
Confira abaixo a carta do comunicador na íntegra.
Tem lugares que ficam guardados no coração. O Sistema Arapuan é um deles. Me sinto honrado em ter feito parte dessa casa que me recebeu de braços abertos no início da minha carreira e agora já profissional consolidado. Saio com o sentimento de missão cumprida nos desafios que me lançaram nos bastidores e à frente dos microfones e câmeras. Num tempo bem menor do que eu mesmo esperava, esse ciclo está se fechando. E os motivos são os melhores. A vida agora aponta para novos caminhos. O momento é de dedicação integral às minhas empresas. Levarei todo o aprendizado,  comprometimento e espírito de equipe que vivenciei na Arapuan. São partes de mim.
No entanto, o ciclo que agora se fecha, não fecha as portas de no futuro, após a consolidação das minhas pequenas empresas voltar a fazer o que amo, no rádio e TV aberta, despedindo-me de forma harmoniosa do público e do trabalho que construímos juntos.
Agradeço imensamente a João Gregório, a quem considero o responsável por ter chegado até aqui,afinal, foi João que teve a ousadia de trazer um ainda “menino” para comandar um dos mais importantes radiofônicos do Estado ainda com 22 anos de idade. A toda família Arapuan, em especial aos grandes profissionais e em nome de Cacau, Juliana, Heron, Adriana,Iramirton, Cleonaldo, Daniel e Michele deixo um imenso abraço a todos.
“Não chore nas despedidas, pois elas constituem formalidades obrigatórias para que se possa viver uma das mais singulares emoções da vida, o reencontro.”, Richard Bach.
***
SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários