Guerra interna: Vereador do PSB se diz vítima de “ataques, mentiras, boatos e má fé” por parte de militantes girassóis

Blog do Helder Moura Uma postagem do vereador Tibério Limeira (PSB) em redes sociais causou abalos sísmicos entre os girassóis, às vé...


Blog do Helder Moura
Uma postagem do vereador Tibério Limeira (PSB) em redes sociais causou abalos sísmicos entre os girassóis, às vésperas da convenção do partido para formalizar a chapa liderada por João Azevedo. Na postagem, Tibério se diz, sem citar nomes, vítima de “mentiras, boatos e má fé, usados para disseminar intrigas internas e construir a falsa ideia de que abandonaríamos o projeto”.
Tibério é, literalmente, um pote até aqui de mágoas: “Nos últimos meses, sofremos consecutivos ataques com o objetivo evidente de colocar à prova a nossa lealdade.” O vereador denuncia que vários auxiliares do governador Ricardo Coutinho estariam sofrendo “verdadeiras situações de constrangimento e coerção”, da parte de “quadros emergentes nas candidaturas proporcionais”.
O desabafo foi feito dentro do Whatsapp, no grupo “PSB Diretorio JP”, e acabou vazando para outros espaços e ganhando intensa repercussão nas últimas horas. Nem o governador, nem a direção do partido se manifestaram, até o momento, sobre o assunto.
Confira a íntegra da postagem:
Hoje me dirijo a vocês para compartilhar um sentimento que há algum tempo tem nos angustiado. Afinal, não são quinze dias. São quinze anos de empenho, trabalho, dedicação e muitos sonhos.”
“Nos últimos meses, sofremos consecutivos ataques com o objetivo evidente de colocar à prova a nossa lealdade. Mentiras, boatos e má fé foram usados para disseminar intrigas internas e construir a falsa ideia de que abandonaríamos o projeto ao qual nos dedicamos nos últimos quinze anos.”
“Hoje, há movimentos internos que sufocam, fustigam e nos repelem cada vez mais dos ambientes decisórios da instância partidária. Na esfera governamental, pessoas às quais tenho profunda admiração e respeito – tanto pela abnegada dedicação ao projeto, quanto pela retidão de caráter – estão vivenciando verdadeiras situações de constrangimento e coerção.”
“A ascensão de quadros emergentes nas candidaturas proporcionais está fomentando dentro do partido uma escalada de uma disputa fraticida à qual, lamentável e desnecessariamente, estamos sendo submetidos. Quando nos atacam pelas escolhas que fazemos esquecem que o inimigo está lá fora.”
“Que possamos refletir e retornar àquela crença original de unidade em torno do projeto, sob pena de colocarmos em xeque a sua continuidade.

***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários