Maranhão revela pressão de DEM, PSC, PRB, PDT e PP para trocar vice: 'Não fiz aliança pagando o preço espúrio'

Blog do Helder Moura O senador Zé Maranhão revelou ter sido assediado por partidos, como DEM, PSC, PRB, PDT e PP, “para retirar a candi...

Blog do Helder Moura
O senador Zé Maranhão revelou ter sido assediado por partidos, como DEM, PSC, PRB, PDT e PP, “para retirar a candidatura de seu vice, Bruno Roberto. “A ideia era substituir Bruno por outro nome, mas o homem tem que ter palavra, eu não fiz aliança pagando o preço espúrio que eles pagaram”, afirmou o candidato a governador do MDB.
E pontuou: “Eu respeito o povo, por isso, o slogan da minha campanha é “Zé Maranhão porque o povo quer”, e eu não estou preocupado com as alianças montadas, porque quem vota não são os partidos, mas as pessoas, e o povo não aceita mais o cambalacho das velhas práticas políticas. Eu e Bruno respeitamos o povo e faremos um governo que olhe para todos e não apenas para alguns”.
Críticas a RC – O senador voltou a defender, como plataforma de campanha, o Porto de Águas Profundas: “O governo atual (Ricardo Coutinho) deixou a Paraíba à margem do desenvolvimento ao permitir irem para outros Estados, principalmente para Pernambuco, a indústria automobilística, o polo farmacêutico, a refinaria de petróleo e outros grandes empreendimentos que foram instalados também no Ceará e no Rio Grande do Norte.”
Dentre as propostas de Governo, Maranhão defendeu o retorno do programa de incentivo à ovinocaprionoculrura, ampliação da rede de hemocentros e de hemodiálise: “E tudo o que estiver ruim no atual governo, será melhorado no seu, porque hoje, segundo ele, tem muita coisa que não presta no serviço público da Paraíba.”
***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários