Agentes revelam que três dos quatro acusados do crime de Bruno Ernesto fugiram durante a invasão do PB1

log do Helder Moura Três dos quatro acusados de assassinar o jovem Bruno Ernesto de Morais Rego, em fevereiro de 2012, conseguiram escap...


log do Helder Moura
Três dos quatro acusados de assassinar o jovem Bruno Ernesto de Morais Rego, em fevereiro de 2012, conseguiram escapar do presídio PB1, durante a ação dos bandidos que invadiram a penitenciária, na madrugada desta segunda (dia 10). A informação foi dada pelos agentes penitenciários Marcelo Gervásio e Wagner Falcão, no programa Intrometidos.
Marcelo Gervásio, presidente da Agepen-PB (Associação dos Agentes Penitenciários da Paraíba) e Vagner Falcão, vice-presidente da Agepen-BR (Associação Nacional dos Agentes Penitenciários) foram entrevistados, e fizeram várias revelações sobre o desmantelamento do sistema de presídios da Paraíba, afora as condições de trabalho dos agentes, que sequer têm plano de cargos.
O detalhe é que, em praticamente oito anos de governo Ricardo Coutinho, os agentes tiveram “um aumento de apenas R$ 30”, conforme revelação dos sindicalistas no programa.
Pra relembrar – Quanto ao assassinato de Bruno, como se sabe, sete pessoas foram detidas pela Polícia, sendo quatro adultos e três menores. Conforme o inquérito do delegado Everaldo Medeiros, tratou-se de um assalto seguido de morte. Três meses após, os quatro adultos foram julgados, condenados e recolhidos ao presídio PB1 para cumprir a pena por latrocínio. Três deles fugiram.
Confira o trecho do programa Intrometidos (a partir do momento 2:03:06)…

***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários