‘Pardal’ recebeu quase 300 denúncias de crimes eleitorais na Paraíba

Mais PB O Tribunal Regional Eleitoral recebeu até o final da tarde desta segunda-feira (17) 295 denúncias através do aplicativo ‘Pardal’...


Mais PB

O Tribunal Regional Eleitoral recebeu até o final da tarde desta segunda-feira (17) 295 denúncias através do aplicativo ‘Pardal’, ferramenta disponibilizada para à população possa denunciar crimes eleitorais.
De acordo com as estatísticas do TRE, a maioria dos casos é por propaganda eleitoral irregular. João Pessoa e Campina Grande foram as cidades que mais receberam denúncias através da ferramenta, ambas com 61 casos.
O Pardal pode ser utilizado para noticiar diversos tipos de infrações eleitorais, como as relativas à propaganda eleitoral, compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais e doações e gastos eleitorais. Além do aplicativo móvel, o Pardal tem uma interface web, que será disponibilizada nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) para envio e acompanhamento das notícias de irregularidades.
Nas denúncias feitas por meio do Pardal, deverão constar, obrigatoriamente, o nome e o CPF do cidadão que as encaminhou, além de elementos que indiquem a existência do fato, como vídeos, fotos ou áudios. A autoridade responsável por apurar a notícia de infração poderá manter em sigilo as informações do denunciante, a fim de garantir sua segurança.
A nova versão apresenta as mesmas funcionalidades da anterior (2016), com algumas melhorias: reformulação da infraestrutura e atualizações tecnológicas para aperfeiçoamento da performance do programa; possibilidade de registrar denúncias também contra partido e coligação; e aprimoramentos do sistema de triagem das denúncias, a fim de facilitar o trabalho de apuração por parte dos TREs e do Ministério Público Eleitoral (MPE).
***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários