73% dos eleitores dizem que não receberam conteúdos com ataques a candidatos por WhatsApp

Nesta terça-feira (23), o Ibope divulgou os resultados de mais uma pesquisa sobre o segundo turno da eleição presidencial. Além de aponta...



Nesta terça-feira (23), o Ibope divulgou os resultados de mais uma pesquisa sobre o segundo turno da eleição presidencial. Além de apontar as intenções de voto para cada um dos candidatos, o instituto também mostrou a influência dos conteúdos recebidos por WhatsApp pelos eleitores.

Perguntados se receberam algum conteúdo com críticas aos candidatos na semana que antecedeu a disputa do primeiro turno, 73% dos entrevistados afirmaram que não. Entre os que responderam positivamente, 18% disseram que os conteúdos eram contra Fernando Haddad (PT), mesma porcentagem de conteúdos contrários a Jair Bolsonaro (PSL). Ciro Gomes (PDT) foi o terceiro candidato mais atacado, com 3% das respostas.

Além disso, o Ibope também perguntou se as informações recebidas pelo aplicativo influenciaram na decisão do voto. Nesse caso, 75% dos entrevistados afirmaram que não, enquanto 24% confirmaram a influência.

Para completar, o levantamento apontou que mais da metade dos entrevistados afirma ter verificado a veracidade das informações recebidas. Enquanto 43% disseram que não checaram, 56% afirmaram que foram pesquisar.

Foram entrevistados 3010 eleitores em 208 municípios, no período de 21 a 23 de outubro. O nível de confiança atribuído ao levantamento é de 95%, com 2 pontos percentuais (para mais ou para menos) de margem de erro. Os contratantes da pesquisa foram TV Globo e “O Estado de S. Paulo”. (Jovem Pan, com Estadão Conteúdo)


***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários