Camila Toscano admite conversar sobre liderança da oposição à ALPB

Click PB A deputada estadual reeleita com mais de 30 mil votos pela Coligação PV/PSD/PP/PTC/PHS/PSC e PSDB Camila Toscano, disse em ent...

Click PB
A deputada estadual reeleita com mais de 30 mil votos pela Coligação PV/PSD/PP/PTC/PHS/PSC e PSDB Camila Toscano, disse em entrevista ao Portal ClickPB que a liderança da oposição para a nova gestão da Assembleia Legislativa da Paraíba será avaliada após reuniões do partido e aliados. 
Ela admite que seu nome poder ser uma das possibilidades para liderar a oposição da Casa e destaca que a escolha levará em consideração o processo democrático de diálogo com os membros dos partidos. "Acho muito cedo falar nisso. Temos ainda muito a trabalhar na Assembleia. Vamos votar a LOA antes do recesso e meu foco está nessas demandas. Tem que se fazer uma reunião ainda para poder se pensar quem será o novo líder da oposição. O mandato que eu fiz obviamente capacita meu nome. Se for cotado, claro que aceitaria", explicou. 
Camila ainda comemorou a nova fase da ALPB com o resultado das eleições de 2018. "Entrou muitos políticos novos e sabemos que a mudança será muito grande. Talvez haverá uma gestão mais combativa. Normalmente as pessoas que entram pela primeira vez na política entram com mais vigor para discussão e para o debate", ressaltou. 
A deputada admitiu que irá continuar fazendo oposição ao próximo governo e que espera mais tolerância do novo governador. "Vou continuar cobrando do governo e sendo a oposição. Espero que esse novo governador seja mais tolerante", revelou.  
A Lei de Orçamento Anual (LOA) tem previsão do orçamento para 2019 é de menos 1,75% em relação a 2018, quando a projeção estimada pelo governo foi de R$ 10,788 bilhões. No próximo ano, conforme  o Tesouro, os recursos serão da ordem de R$ 10,59 bilhões. Contudo, há uma previsão do Estado em investimentos de 7% em algumas áreas.
***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários