Célio Alves critica oportunismo de Paulino sobre votação de Haddad no 2º turno em Guarabira

Jota Alves, Portal 25 Horas Presidente do PSB de Guarabira e candidato a deputado estadual nas últimas eleições, Célio Alves usou seu per...


Jota Alves, Portal 25 Horas

Presidente do PSB de Guarabira e candidato a deputado estadual nas últimas eleições, Célio Alves usou seu perfil na rede social Facebook para criticar o oportunismo do grupo Paulino, que credita a ampliação da vitória de Haddad sobre Bolsonaro no segundo turno em Guarabira, ao apoio do seu grupo político.

Em texto publicado em sua timeline, Célio destacou que o anúncio do apoio de Paulino ao candidato petista veio faltando menos de uma semana para o segundo turno, que o objetivo é ter apoio do PT local em 2020 e que nenhuma liderança que carrega o sobrenome Paulino participou de nenhum evento público de campanha na cidade.

“A verdade não pode ser ofendida. Sempre que tentarem, terei a coragem de defendê-la. O MDB de Guarabira declarou apoio a Haddad a menos de uma semana do 2° turno, e apenas de olho no apoio do PT em 2020. Nenhum dos líderes emedebistas participou de quaisquer atividades públicas em favor de Haddad, após o anúncio de voto”, postou.

Ainda no texto, o socialista menciona que o candidato do partido de Paulino, o MDB, Henrique Meireles, obteve no primeiro turno pouco mais de 500 votos.

No 1° turno, o candidato do MDB a presidente da República obteve, em Guarabira, apenas 544 votos. Como seus apoiadores querem, agora, posar de responsáveis pela grande vitória de Haddad, na cidade, no 2° turno? É por essas e outras que alguns ficam menor a cada eleição, em Guarabira”, pontuou Célio.

1º turno, em 7 de outubro

Fernando Haddad (PT) – 11.174 (diferença de 19 votos pró petista)

Jair Bolsonaro (PSL) – 11.155

2º turno, em 28 de outubro

Fernando Haddad (PT) – 18.078 (diferença de 4.955 votos pró petista)

Jair Bolsonaro (PSL) – 13.123

***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários