Ibope: Bolsonaro atinge 32% e Haddad tem 23%; Ciro Gomes tem 10%

O Globo A quatro dias das eleições, os candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) oscilaram dentro da margem ...

O Globo
A quatro dias das eleições, os candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) oscilaram dentro da margem de erro e ampliaram a distância em relação aos concorrentes, mostra pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira. Segundo a sondagem, Bolsonaro tem 32% das intenções de voto (contra 31% registrados no último levantamento, de segunda-feira). Já Haddad aparece com 23% (ante 21% do relatório anterior).
Atrás dos dois líderes, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 10%, seguido de Geraldo Alckmin (PSDB), que tem 7%. Marina Silva (Rede) registra 4% das intenções de voto. Ciro e Alckmin perderam um ponto percentual, cada, em relação à pesquisa anterior. Já Marina manteve a pontuação. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
Segundo turno
Considerando os votos válidos — sem contar nulos e brancos —, os dois primeiros colocados na sondagem registram 38% e 28% das intenções de voto. Esses números indicam que haverá segundo turno nas eleições gerais, já que a disputa só é decidida na primeira etapa caso um candidato consiga 50% mais um dos votos válidos.
Nos cenários de segundo turno, há um empate técnico entre os dois mais bem colocados. Haddad tem 43%, contra 41% de Bolsonaro. Assim como no levantamento anterior, Ciro Gomes é o único que venceria Bolsonaro na segunda etapa, com 46% a 39% dos votos. Quando a disputa é entre o candidato do PSL e Alckmin, o tucano tem 41% das intenções, tecnicamente empatado com os 40% do rival. O Ibope simulou ainda um segundo turno entre Bolsonaro e Marina. Nesse caso, o capitão reformado teria vantagem de 43% a 39% — os dois empatariam no limite da margem de erro.
Os dois primeiros colocados mantiveram com os maiores índices de rejeição, embora as taxas tenham oscilado para baixo. Segundo a pesquisa, 42% dos eleitores não votariam de jeito nenhum em Bolsonaro — dois pontos a menos que na sondagem anterior. Já a rejeição de Haddad ficou em 37%, um ponto a menos que na última pesquisa.
O Ibope ouviu 3.010 eleitores, em 209 municípios, entre os dias 1º e 2 de outubro. A pesquisa foi contratada pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e pela TV Globo. O registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é o BR-08245/2018.

Você pode gostar também

0 comentários