Roberto Paulino: Um ficha limpa de coragem

O ex-governador Roberto Paulino (MDB) incontestavelmente continua sendo um líder. Um político ficha-limpa e de coragem. Um homem hone...



O ex-governador Roberto Paulino (MDB) incontestavelmente continua sendo um líder. Um político ficha-limpa e de coragem. Um homem honesto, sério, sobretudo na política. O pai do deputado Raniery tem a determinação de poucos. E provou novamente isso nas eleições de 2018, como candidato ao Senado.

Mesmo sem apoio do partido e sem estrutura para bancar uma campanha ao Senado Federal, Roberto Paulino aceitou ser a opção do MDB na Paraíba. Ainda assim, conseguiu, inquestionavelmente, uma votação expressiva, embora tenha sido vencido pelos bem estruturados Daniela Ribeiro e Veneziano Vital, eleitos.

Robertão conseguiu 14.639 votos em Guarabira (31,09%), o mais votado, conforme o TSE – quase o dobro de Luiz Couto (PT), candidato a senador e também apoiado pelo grupo do governador Ricardo Coutinho. Couto obteve 8.977 na cidade. 

Paulino venceu também, nas urnas de Guarabira, o candidato de Ricardo Coutinho (PSB) ao governo, João Azevedo – que obteve 12.499 votos no município; e o candidato Lucélio Cartaxo, que teve 6.475, apoiado pelo prefeito Zenóbio Toscano (PSDB).

Daniela Ribeiro, Vené e Cássio Cunha Lima também foram votados na 'rainha do brejo'. 

Na PB, Roberto Paulino conseguiu 262.998 votos nessa disputa desigual.

A campanha de Paulino - na tevê, rádio e internet - foi simples, respeitosa e espontânea. Quem votou no #151 para senador, o fez, conscientemente, considerando a experiência política do ex-governador, seus princípios e serviços prestados à Paraíba. Guarabira novamente soube reconhecer.

Em agradecimento pela votação, pai e filho aparecem juntos em outdoor na entrada da cidade.



A Paraíba, no entanto, perdeu a oportunidade de eleger um ótimo nome para o Senado. No MDB, Paulino é uma das poucas reservas de moral e coerência política - não somente no estado, mas no Brasil, tendo em vista que é da executiva nacional.

Roberto não foi eleito senador, mas sai fortalecido dessa campanha, avalio - teve tempo de mídia: participando de entrevistas e debates com uma postura relevante. Saiu limpo. E mostrou a força que tem como um ficha-limpa de coragem e líder, através do voto do eleitor paraibano.  #Política #Opinião

Você pode gostar também

0 comentários