De joelhos: Revogação da PEC de Ricardo Barbosa anulando antecipação de eleição revela o agachamento da Assembleia ao governador

Blog do Helder Moura Esse caso da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que anulava antecipação de eleição na Assembleia é um exemplo...

Blog do Helder Moura
Esse caso da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que anulava antecipação de eleição na Assembleia é um exemplo da extrema subserviência em que se encontra a Casa nos tempos republicanos. Ora, os deputados aprovaram a PEC do deputado Ricardo Barbosa, anulando algo que é condenado por dez entre dez cidadãos, que é a antecipação de eleições para mesa do Legislativo. Em quaisquer níveis.
Tanto que a PEC foi aprovada praticamente à unanimidade, exceção ao deputado Hervázio Bezerra, líder do governador Ricardo Coutinho, que foi coerente. Bezerra seguiu orientação superior, até por ser uma das opções para disputar a presidência. Mas, o detalhe foi a desmoralização imposta à Assembleia. Menos um mês após a aprovação da tal PEC, a Casa recuou, revogou a PEC, e deixou Barbosa na mão.
Mas, o detalhe não foi o mérito da PEC, foi ter provocado urticária no senhor governador, que não tinha autorizado a Casa dar esse tipo de voo. Resultado, bateu o pé e os deputados rapidinho voltaram atrás, o que demonstra para o distinto público como tem sido o comportamento da Casa na maior parte das matérias que tem apreciado. Se desagradar ao governador, não passa. E, se passar, tem que revogar.
***
#Política

Você pode gostar também

0 comentários