'O sabor do Cangaço'

Ver esta publicação no Instagram "O sabor do Cangaço" A cidade de Itapororoca (P...



"O sabor do Cangaço" A cidade de Itapororoca (PB), na região do Vale do Mamanguape, mantém suas tradições populares e várias opções de lazer. E para quem vive dentro dessa margem flutuante de pessoas que estão trabalhando, sempre em trânsito e em busca de repor as energias, eu recomendo um lugarzinho aconchegante e cheio de cultura: “O Cangaço”, na zona rural do município. O restaurante rural “O Cangaço” foi aberto em maio de 2018, no sítio Magalhães, fruto da vocação empreendedora de Cristina Freire e Rodrigo Alves. Ela me disse que o nome do lugar tem a ver com sua paixão pela cultura nordestina. E revelou também já ter dançado xaxado. Embora seja novo na cidade, o local já é bastante frequentado. As pessoas procuram o restaurante pelo ambiente em si – que é muito agradável - e pela qualidade do cardápio regional preparado com muito amor. E almoçam ouvindo clássicos de Luiz Gonzaga, em som ambiente. Logicamente, o repertório também tem que fazer sentido, considerando o nome do restaurante e sua ornamentação externa e interna. O ambiente é realmente bem rústico. Dá até para fazer foto caracterizado. E quase tudo na ornamentação, sobretudo no interior da casa, é trabalho artesanal. A ideia dos donos é ampliar o espaço para deixar os clientes ainda mais à vontade. “O Cangaço” abre as portas de quarta à segunda-feira. Se você faz essa rota pela região do Vale, faça uma visita. Quem quiser mais informações sobre o restaurante rural de Itapororoca, pode fazer contato pelo Instagram @restauranteruralocangaco. Quem me apresentou o 'sabor do Cangaço' foi a prefeita de Itapororoca Elissandra Brito @elissbrito. Almoçamos juntos na tarde desta segunda-feira (26), acompanhados por Josias Ramalho @josias_ailhaprodutora e Elenilton Xavier @elenilton.ailha, da Ilha Produtora; e Marcos, da PMI.
Uma publicação partilhada por Joseilton Gomes (@ikedagomes) a


A cidade de Itapororoca (PB), na região do Vale do Mamanguape, mantém suas tradições populares e várias opções de lazer. E para quem vive dentro dessa margem flutuante de pessoas que estão trabalhando, sempre em trânsito e em busca de repor as energias, eu recomendo um lugar aconchegante e cheio de cultura: “O Cangaço”, na zona rural do município.

O restaurante rural “O Cangaço” foi aberto em maio de 2018, no sítio Magalhães, fruto da vocação empreendedora de Cristina Freire e Rodrigo Alves. Ela me disse que o nome do lugar tem a ver com sua paixão pela cultura nordestina. E revelou também já ter dançado xaxado. Embora seja novo na cidade, o local já é bastante frequentado.

As pessoas procuram o restaurante pelo ambiente em si – que é muito agradável - e pela qualidade do cardápio regional preparado com muito amor. E almoçam ouvindo clássicos de Luiz Gonzaga, em som ambiente. Logicamente, o repertório também tem que fazer sentido, considerando o nome do restaurante e sua ornamentação externa e interna.

O ambiente é realmente bem rústico. Dá até para fazer foto caracterizado. E quase tudo na ornamentação, sobretudo no interior da casa, é trabalho artesanal. A ideia dos donos é ampliar o espaço para deixar os clientes ainda mais à vontade.

“O Cangaço” abre as portas de quarta à segunda-feira. Se você faz essa rota pela região do Vale, faça uma visita. Quem quiser mais informações sobre o restaurante rural de Itapororoca, pode fazer contato pelo Instagram @restauranteruralocangaco.

Quem me apresentou restaurante rural “O Cangaço” foi a prefeita de Itapororoca Elissandra Brito. Almoçamos juntos na tarde desta segunda-feira (26), acompanhados por Josias Ramalho e Elenilton Xavier, da Ilha Produtora; e Marcos, da PMI. #OCadernoRecomenda #Cultura




Você pode gostar também

0 comentários